DESNUTRIÇÃO EM IDOSOS COM CÂNCER: UM INDICADOR DE MAU PROGNÓSTICO

Vitória Liz de Souza Correia, Ana Carolina Oliveira Santos Gonçalves, Júlia Gonçalves Ferreira, Renata Carvalho Almeida

Resumo


INTRODUÇÃO: O câncer e a desnutrição são frequentes em idosos, e quando associados, contribuem para um pior curso da doença[1,2]. Além disso, a desnutrição, isoladamente, em pacientes com câncer é responsável por cerca de 10 a 20% das mortes[2]. Diversos fatores oncológicos corroboram para que o estado nutricional se deteriore, como distúrbios metabólicos, funcionais e mecânicos decorrentes do processo tumoral, efeitos colaterais de tratamentos radioterápicos, quimioterápicos, imunoterápicos e cirúrgicos, aspectos psicológicos e outros[3]. Ademais, cerca de 50% dos pacientes oncológicos com desnutrição não são diagnosticados, logo, não há tratamento precoce e promoção da qualidade de vida[4]. OBJETIVO: Analisar a influência da desnutrição no prognóstico de pacientes idosos com câncer. METODOLOGIA: Trata-se de uma revisão bibliográfica, realizada por meio de busca e extração de artigos do PubMed, com os descritores “elderly AND cancer AND malnutrition AND mortality” e “Nutritional therapy AND cancer AND malnutrition”, com filtro de 3 anos, entre 2017 e 2020, idade maior que 65 anos e câncer, sem restrição de idioma. Obteve-se, com os primeiros termos, um total de 177 artigos, dos quais 3 foram selecionados. Com as segundas palavras-chave, houve seleção de 3 de um total de 228. Logo, 6 artigos fundamentam esse trabalho. RESULTADOS E DISCUSSÃO: O estado nutricional do idoso com câncer é afetado tanto pelo processo neoplásico, quanto pelas alterações fisiológicas do envelhecimento, a exemplo de alterações na composição corporal, o que aumenta sua vulnerabilidade ao tratamento oncológico e a morbimortalidade[1]. Dessa forma, há maior predisposição à toxicidade aos tratamentos, o que aumenta a intensidade de efeitos colaterais e risco de mortalidade[3]. Tal fato é retratado em estudo francês (N=2196), o qual relatou aumento da prevalência de desnutrição em idosos maiores de 70 anos com neoplasia maligna quando comparados com indivíduos de faixa etária menor[5]. Além disso, em estudo de coorte brasileiro (N=136), realizado com faixa etária média de 73,1 anos, 41,2% foram diagnosticados com risco de desnutrição, 29,4% com desnutrição e 29,4% como normais. Desses, a taxa de mortalidade em um ano foi maior entre os pacientes desnutridos, seguidos pelos que possuíam risco[6]. Assim, nota-se que a desnutrição prevalece em idosos com câncer ao comparar com os pacientes mais jovens, necessitando, então, integrar precocemente o aconselhamento nutricional[5]. CONCLUSÃO: Em suma, a desnutrição em idosos com câncer é prevalente e atua como fator de agravo com consequente redução da sobrevida. Deste modo, é imprescindível a avaliação, acompanhamento nutricional e adoção de um tratamento individualizada, a fim de melhorar o curso terapêutico e o prognóstico desses pacientes. 


Texto completo:

PDF

Referências


DE PINHO, N.B. et al. High prevalence of malnutrition and nutrition impact symptoms in older patients with cancer: Results of a Brazilian multicenter study. Câncer, v.126, n.1, p.156-164, 1 jan. 2020. Disponível em:

. Acesso em: 11 jul. 2020.

MISLANG, A.R. et al. Nutritional management of older adults with gastrointestinal cancers: An International Society of Geriatric Oncology (SIOG) review paper. J Geriatr Oncol, v.9, n.4, p.382-392, jul. 2018 . Disponível em: . Acesso em: 11 jul. 2020.

SANZ, E.A. et al. Nutritional risk and malnutrition rates at diagnosis of cancer in patients treated in outpatient settings: Early intervention protocol. Nutrition (Burbank, Los Angeles County, Calif.), v.57, p.148-153, jan. 2019. Disponível em: . Acesso em: 11 jul. 2020.

AKTAS, A. et al. Underrecognition of Malnutrition in Advanced Cancer: The Role of the Dietitian and Clinical Practice Variations. The American journal of hospice & palliative care, v.34, n.6, p.547-555, jul. 2017.

LACAU ST GUILY, J. et al. NutriCancer: A French observational multicentre cross-sectional study of malnutrition in elderly patients with cancer. Journal of geriatric oncology, v.9, n.1, p.74-80, jan. 2018.

MARTUCCI, R.B. et al. Undernutrition as independent predictor of early mortality in elderly cancer patients. Nutrition, Los Angeles County-California, v.34, p.65-70, fev. 2017.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.