ESTUDO DAS VARIÁVEIS DO COVID-19 NO ESTADO DA BAHIA

Shesllen Mikaelly Cruz Corrêa, Emanuelle Almeida Silva Viana, Valéria Gomes Marques, Pedro Fonseca Vasconcelos

Resumo


Introdução: A China identificou, no final do ano de 2019, um surto de uma síndrome respiratória aguda em Wuhan, causada por um novo vírus da família Coronaviridae, o SARS-CoV-2, que é o agente etiológico da doença denominada de COVID-19. Doença que causou impactos em todo o mundo a partir do ano de 20201. Os modos de transmissão do SARS-CoV-2 incluem o contato de pessoa a pessoa, por meio de gotícula, aerossóis e fôrmites, sendo que o período de transmissão pode durar mais em pacientes com quadros mais graves. A infecção pelo vírus causa desde um quadro clínico leve ou assintomático até doença grave e morte2. Em 11 de março de 2020, o    diretor geral da Organização Mundial de Saúde (OMS), declarou a pandemia de Covid-19, pela  rápida disseminação mundial da Covid-193. No Brasil, de acordo com o painel de monitoramento    do Covid-19, até o dia 22 de julho de 2020 foram confirmados 2.195.925 casos, com 82.238   óbitos4. A região o Nordeste do Brasil, apesar de ter uma melhoria significativa nas condições  sociais, ainda possui características que emperram o alcance de maiores índices  de  desenvolvimento socioeconômico5. A Bahia, estado do nordeste, pode por isso ser um dos estados mais afetados pela pandemia no país. O objetivo deste resumo foi descrever a evolução dos indicadores de COVID-19 no estado da Bahia em comparação com outros estados do nordeste. Metodologia: Trata-se de um estudo descritivo, com base nos boletins epidemiológicos para acompanhamento dos casos de COVID-19 no Nordeste do Brasil. Foram analisados os registros referentes a casos ocorridos na população residente no estado da Bahia. As variáveis analisadas foram: número de casos confirmados, número de óbitos. Incidência/100 mil habitantes e mortalidade/100 mil habitantes. A pesquisa foi realizada com os dados registrados no período de 6 de março a 22 de julho de 2020, extraídos do Painel Coronavírus Brasil (disponível no link: https://covid.saude.gov.br/), que apresenta o monitoramento on-line dos casos da doença no país, informando a ocorrência de casos novos e óbitos por região, estado, dia e semana epidemiológica4. Os dados  acessados  são  públicos  e  sem  identificação  de  participantes,  logo  não  foi  necessário submeter o estudo para aprovação do Comitê de Ética em Pesquisa. Resultados e Discussão: O estado da Bahia segundo os dados de até 22 de julho de 2020, possui 126.844 casos de covid-19 confirmados, com. 2.936 óbitos, incidência por 100 mil habitantes de 852,8 e mortalidade por 100 mil habitantes de 19,7. No final de junho a Bahia estava em quarto lugar    entre os estados do Nordeste, em números de casos, e a partir desse dia os casos começaram a aumentar tornando-se o segundo estado com mais afetados, sendo que a partir do início de julho passou a ser o terceiro estado em números de óbitos, ocupando antes a quarta posição4,6. Conclusão:  Logo nota-se o crescente aumento de casos e óbitos ao longo do primeiro semestre   de 2020, explicados por possíveis festividades, mesmo em período de quarentena. O  que  demonstra a necessidade de continuar e de aumentar ainda mais o isolamento, não só no estado   da Bahia, mas em todo o país.



Texto completo:

PDF

Referências


MARINELLI, Natália Pereira et al. Evolução de indicadores e capacidade de atendimento no início da epidemia de COVID-19 no Nordeste do Brasil, 2020. Epidemiol. Serv. Saúde, Brasília, v. 29, n. 3, e2020226, 2020.

World Health Organization. (2020). Transmission of SARS-CoV-2 : implications for infection prevention precautions: scientific brief, 09 July 2020. World Health Organization. https://apps.who.int/iris/handle/10665/333114. License: CC BY-NC-SA 3.0 IGO

DE SOUZA OLIVEIRA, Erivan; DE MORAIS, Arlandia Cristina Lima Nobre. Covid-19: uma pandemia que alerta à população. InterAmerican Journal of Medicine and Health, v. 3, p. 1-7, 2020.

BRASIL.Ministério da Saúde. Painel coronavírus [Internet]. Brasília: Ministério da Saúde.

PLATERO, Klarissa; GOMES, Fabian. Números estatísticos e realidades: Uma proposta de reflexão sobre a pandemia de Covid-19 no Brasil. DILEMAS: Revista de Estudos de Conflito e Controle Social-Reflexões na Pandemia, p. 1-11, 2020.

ALONSO, Wladimir Jimenez et al. Covid-19 em contexto: comparação com a mortalidade mensal por causas respiratórias nos estados brasileiros. InterAmerican Journal of Medicine and Health, v. 3, p. 1-21, 2020.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.