A ÓTICA DOS PARADIGMAS SOBRE OS CONCEITOS DE LIDERANÇA

Ademir Gargary, Cíntia Dietrich Hoffmann, Simone Carla Delfino Franco

Resumo


Burrel e Morgan, em 1979, categorizaram quatro paradigmas: funcionalismo, estruturalismo, estruturalismo radical e humanismo radical. Sendo que os dois primeiros compõem a sociologia da regulação e os dois últimos, a sociologia da mudança radical. A liderança é fundamental para as organizações que desejam alcançar seus objetivos. O presente trabalho tem por objetivo identificar teorias de liderança em cada um desses paradigmas.


Texto completo:

PDF

Referências


ALEXSANDER, Jeffrey. Ação coletiva, cultura e sociedade civil: secularização, atualização, inversão, revisão e deslocamento do modelo clássico dos movimentos sociais. Revista Brasileira de Ciências Sociais, v.13, n.37, 1998.

ALLPORT, G. W. Personalidade padrões e desenvolvimento. São Paulo: Herder. Editora da Universidade de São Paulo, 1966.

ARAUJO, Luís Cesar G. Gestão de Pessoas. São Paulo: Atlas, 2006

BASS, B. M. Leadership and performance beyond expectations. New York: Free Press, 1985.

BOWDITCH, C. W.; BUONO, A. F. Liderança e gerência. In: Elementos do comportamento organizacional. São Paulo: Pioneira, 2002, cap 7

BRAVERMAN, Harry. Trabalho e capital monopolista: a degradação do trabalho no século XX. Rio de Janeiro: Zahar, 1974. Caps. 2 a 5, p. 61-123.

CARRIERI, Alexandre P., LUZ, Talita R. Paradigmas e metodologias: não existe pecado do lado de baixo do Equador. In: Encontro Nacional dos Programas de Pós-Graduação em Administração, 22, 1998, Foz do Iguaçu. Anais... Foz do Iguaçu: ANPAD, 1998, 1 CD-Rom.

CARROLL, J. B. The measurement of intelligence. In R. J. Sternberg (Ed.), Handbook of human intelligence (p. 29-122). New York: Cambridge University Press. 1982.

DRUCKER. Peter. O líder do futuro. São Paulo: Futura. 1996

LEITÃO, S. P.; MACHADO, S. J. Gestão estratégica e mudança: problemas e possibilidades. Revista de Administração Pública, v. 38, n. 6, p. 1041-1065, nov./dez. 2004.

MOTTA, P. R. Transformação Organizacional: teoria e prática de inovar. Qualitymark, Rio de Janeiro, 1999. 225p.

MORGAN, Gareth. Imagens da organização. São Paulo: Atlas, 1996.

POSSI, Marcus. Gerenciamento projetos guia do profissional: aspectos humanos e interpessoais. v 2. Rio de Janeiro: Brasport, 2006.

SILVA, W; LAROS, J. A.; MOURÃO, L. Como atuam os gerentes?: o desenvolvimento de uma medida. In: XXXI Encontro da Anpad, Rio de Janeiro. Set, 2007.

STONER, James A.F. Administração. Rio de Janeiro: LTC, 5° edição. 1999.

TAYLOR, F. W. Princípios da Administração Científica. São Paulo: Atlas, 1970.

TOURAINE, Alain. Crítica da Modernidade. Petrópolis: Vozes, 1994.

VIZEU, Fábio. Uma aproximação entre liderança transformacional da ação comunicativa. Revista de Administração Mackenzie, v.12, n.1, São Paulo, jan./feb. 2011.




DOI: https://doi.org/10.21576/rpa.2014v11i2.1022

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2017 Ademir Gargary, Cíntia Dietrich Hoffmann, Simone Carla Delfino Franco

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Compartilhar igual 4.0 Internacional.