RENTABILIDADE DA CAFEICULTURA TRADICIONAL NA REGIÃO SUL DE MINAS GERAIS NO PERÍODO DE 1995 A 2004

Múcio Tosta Gonçalves, Rodrigo de Almeida Pontes, Alberto Magno Borges Miranda

Resumo


A cafeicultura mineira registrou na ultima década uma sucessio de preços que remuneram a atividade, Chegando a registrar em 2002 o menor preço recebido pelos produtores nos últimos 30 anos. Desta forma, o período de 1995 a 2004 caracterizou-se por uma brutal transferência de tenda dos cafeicultores, e em especial dos produtores de Minas Gerais (o maior produtor nacional), para as empresas internacionais compradoras do produto e para os  países consumidores. A partir da análise das condigöes de evolução da produção e da  tecnologia adotada pelos produtores tradicionais de café, o presente artigo tem como objetivo  analisar a rentabilidade obtida do café do sul de Minas Gerais (maior região produtora do  estado). A investigaqäo foi realizada por meio da análise do custo médio de produto, das  relações de troca e dos valores de venda do produto, e suas implicações no desempenho  econômico de lavouras de café arábica que utilizam um sistema tradicional de produção.
Pretende-se através desta análise, sensibilizar as diversas lideranças que representam os  segmentos da cadeia de produção do café em Minas Gerais; os poderes públicos, produtores e  técnicos envolvidos com a atividade, visando formulação de políticas públicas e privadas,  que minimizem a ocorrência dos efeitos danosos ocorridos neste período e sua repetição num  futuro próximo.


Texto completo:

PDF

Referências


ANDRADE, Rogério Geraldo, A expansão da cafeicultura em Minas Gerais: da intervenção do estado liberalização do CEDEPLAR-UFMG, 1994.

ANUÁRIO ESTATÍSTICO DO CAFÉ. Rio de Janejro: Instituto Brasileiro do café (vários números).

ASSEMBLÉIA LEGISLATIVA DE MINAS GERAIS. Relatório Final da Comissão Especial da Cafeicultura Mineira. Belo Horizonte, 2004.

BACHA, Carlos José Caetano. Evolução recente da cafeicultura mineira: determinantes e impactos. São Paulo, 1988. Faculdade de Economia e Administração da Universidade de São Paulo. Tese (Doutorado).

Economia e Politica Agrícola no Brasil, São Paulo, Editora Atlas, 2004.

GOMES, Maria de Fátima A. B. Café: algumas considerações. Indicadores de Conjuntura, Belo Horizonte, 1988.

MATIELLO. José Braz; SANTINATO, Roberto; GARCIA, Antonio Wander; ALMEIDA, Saulo, FERNANDES, Durval. Cultura de Café no Brasil; Novo Manual de Recomendações, Rio de Janeiro; MAPA, PRO-CAFÉ, maio de 2002.

NABUCO, Maria Regina. Brasil e Minas Gerais: modernização e modernidade na agricultura. Belo Horizonte: CEDEPLAR, 1990.

NETTO, A. Delfim. O problema do café no Brasil. Sio Paulo: Editora, 1959. Série Ensaios Econômicos, v, 16.

TAVARES, Maria da Conceição. Da substituição de importações ao capitalismo financeiro. Rio de Janeiro, Zahar, 1988.




DOI: https://doi.org/10.21576/rpa.2006v2i1.1040

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2019 Múcio Tosta Gonçalves, Rodrigo de Almeida Pontes, Alberto Magno Borges Miranda

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Compartilhar igual 4.0 Internacional.