APONTAMENTOS SOBRE A EDUCAÇÃO DE IMIGRANTES NO BRASIL

Amanda Dutra Hot

Resumo


A educação de imigrantes no Brasil, especificamente no final do século XIX e início do século XX, passou por um processo de transformação ligado à política brasileira e à conjuntura da situação internacional.
Se num primeiro momento, a chegada dos imigrantes fez surgirem escolas situadas em suas vilas, onde a educação priorizava a manutenção de suas tradições européias; podemos observar, posteriormente, uma reconfiguração dessa atividade frente às transformações que as épocas exigiam.
Neste sentido, buscaremos apresentar como se iniciou o processo de educação de imigrantes no Brasil, através das medidas governamentais e de ações oriundas a partir das próprias comunidades estrangeiras. Torna-se interessante ressaltarmos as deficiências e as dificuldades inerentes a essa ação historicamente construída a partir do Brasil monárquico.

Texto completo:

PDF

Referências


GOMES, Antônio Máspolí de Araújo. Religião, educação e progresso. São Paulo: Editora Mackenzie, 2000.

HACK, Osvaldo Henrique. Raízes cristãs do Mackenzie e seu perfil confessional. São Paulo: Editora Mackenzie, 2003.

JONES, Judith M. Soldado descansa: uma epopéia norte-americana sob os céus do Brasil. São Paulo: Jarde, 1967.

KREUTZ, Lúcio. A educação de imigrantes no Brasil. In: LOPES, Eliane Marta Teixeira; FARIA FILHO, Luciano Mendes & VEIGA, Cynthia Greive. 500 anos de educação no Brasil. 3ª.ed. Belo Horizonte: Autêntica, 2003.

OLIVEIRA, Lúcia Lippi. A Questão Nacional na Primeira República. São Paulo: Brasiliense, 1990.




DOI: https://doi.org/10.21576/rpa.2012v8i2.1069

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2019 Amanda Dutra Hot

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Compartilhar igual 4.0 Internacional.