MULHERES CHEFES DE FAMILIA NO BRASIL COLÔNIA

Sara Bruna Lopes de Souza

Resumo


A presente pesquisa se propõe a analisar a estrutura da família brasileira no Brasil Colonial, sendo a chefia feminina de domicílios o destaque deste. Para desenvolver este trabalho valemo-nos de dissertações e outros estudos que abordam tal assunto. Assim, buscaremos entender qual foi o real valor da família patriarcal na sociedade colonial, quem eram as mulheres que chefiavam lares, destacando o que propiciou a formação de tais fogos e como estas mulheres viviam, quais eram suas estratégias de sobrevivência. Sabe-se que as atividades exercidas por essas mulheres variaram em diferentes funções, e foi por meio delas que sustentavam seus lares. Desta forma, ao analisar a diversidade quanto à organização familiar, destacaremos como a chefia feminina de domicílios foi um fenômeno comum na família brasileira.

Texto completo:

PDF

Referências


ALMEIDA. Carla Maria Carvalho de. Alterações nas unidades produtivas mineiras: Mariana (1750-1850). 1994. 220 f. Dissertação (Mestrado em História) —Instituto de Ciências Humanas e Filosofia, Universidade Federal Fluminense, Niterói, 1994.

ALVES, Romilda de Oliveira. Mulheres Solteiras Chefes de Domicilio: Mariana C. 1807- C. 1822. Mariana- MG (Monografia). Universidade federal de Ouro Preto, 2006.

ANDRADE. Cristiane Viegas de. Domicílios

mineiros oitocentistas; caracterização

segundo o sexo da chefia. In: BOTELHO.

T. R. (org). História quantitativa e serial no Brasil: um balanço. Goiânia: Anpuh- MG. 2001. p. 65-90.

ANDRADE, Francisco Eduardo de. A enxada complexa: roceiros e fazendeiros em Minas Gerais na primeira metade do século XIX. 1994. 270 f. Dissertação (Mestrado em História)- Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas. Universidade Federal de Minas Gerais. Belo Horizonte, 1994.

CORRÊA. Mariza. Repensando a família patriarcal brasileira: notas para o estudo das formas de organização familiar no Brasil. In: . Colcha de retalhos. Estudos sobre a familia no Brasil. 2' Ed. Campinas: Editora da Unicamp. 1993, p. 27.

RAMOS. Donald. A mulher e a família em Vila Rica do Ouro Preto: 1754-1838. In: Congresso sobre a História da População na América Latina, 1989, Ouro Preto. Anais... São Paulo: Fundação SEADE, 1990, p.154-163.

SAMARA, Eni de Mesquita. Família, mulheres, povoamento: São Paulo, século XVII. São Paulo: EDUSC, 2003.




DOI: https://doi.org/10.21576/rpa.2011v5i2.1113

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2019 Sara Bruna Lopes de Souza

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Compartilhar igual 4.0 Internacional.