BEM-ESTAR IDEAL EM ZOOLÓGICOS BRASILEIROS: VERDADE OU MITO?

Marcos Vinícius de Souza, Núbia Estéfane Gomes Botelho, Paulo Gabriel Pereira da Silva Júnior, Maria Larissa Bitencourt Vidal, Maycon José Batista

Resumo


Cumprir apenas a legislação federal concernente a manutenção de animais selvagens em cativeiro e as regulamentações de bem-estar animal não condiz mais com uma visão moderna da conservação ex-situ, visto que ela busca apenas a reconhecer os padrões mínimos e, diga-se de passagem, não ideais, na manutenção de animais cativos. Portanto, a implementação de programas de bem-estar animal não deve apenas cumprir os requisitos legais, mas sim ir além a fim de garantir um bem-estar ideal físico e psicológico de todos os animais residentes em zoológicos nacionais. Não basta apenas fornecer a sobrevivência e a reprodução destes animais e sim manter um planejamento de cuidado e manejo. Mudar também o rótulo de tratador para cuidador por si só, é apenas mais uma nomenclatura vazia e sem ganhos para instituição, visto que estes elementos chaves do processo necessitam de qualificações e reciclagens num processo continuum.  Assim, este artigo tem como objetivo realizar uma análise crítica acerca do bem-estar animal em zoológicos brasileiros.


Palavras-chave


Bem-estar Animal no Zoológico; Conservação; Biodiversidade; Vida Selvagem; Manejo.

Texto completo:

PDF

Referências


ARAGÃO, G.M.O.; KAZAMA,R. Percepção sobre o bem-estar de animais silvestres no zoológico de Brasília como ferramenta para educação ambiental. Ambiente & Educação, v. 19, n.2, p. 33-50, 2014.

ASSOCIAÇÃO PAULISTA DE ZOOLÓGICOS E AQUÁRIOS (APZA). Disponível em: . Acesso em: 02 fev. 2019.

ASSOCIAÇÃO DE ZOOLÓGICOS E AQUÁRIOS DO BRASIL (AZAB). Disponível em: . Acesso em: 03 nov. 2019.

BROOM, D.M.; MOLENTO, C.F.M. Bem-estar animal: conceitos e questões relacionadas – revisão. Archives of Veterinary Science, v.9, n.2, p.1-11, 2004.

DOCKÈS, A.C.; KLING-EVEILLARD, F.Farmers’ and advisers’ representations of animals and animal welfare. Livestock Science, v. 103, p. 243-249, 2006.

HISTÓRIA DOS ZOOLÓGICOS NA EUROPA. [2011]. Disponível em: Acesso em: 20 out. 2017.

HOSEY, G.; MELFI, V.; PANKHURST, S. Zoo Animals: behaviour, management, and welfare. 2nd edition. Oxford: Oxford University Press, 2009.

ISIS – International Species Information System. 2017. ISIS Database. Disponível em: < https://www.species360.org/>. Acesso em: 20 out. 2017.

INSTRUÇÃO NORMATIVA IBAMA Nº 4 DE 04 DE MARÇO DE 2002. Disponível em: < https://www.normasbrasil.com.br/norma/instrucao-normativa-4-2002_74695.html>.Acesso em: 27 dez. 2019.

IUCN – International Union for the Conservation of Nature. 2017. The IUCN Red Listo f Threatened Species. Disponível em: < http://www.iucnredlist.org/>. Acesso em: 20 out. 2017.

LEIRA, M.H.; REGHIM, L.S.; CUNHA, L.T.; ORTIZ, L.S.; PAIVA, C.O.; BOTELHO, H.A.; CIACCI, L.S.; BRAZ, M.S.; DIAS, N.P. Bem-estar nos animais nos zoológicos e a bioética ambiental. Pubvet 11, v. 7, p. 545-553, 2017.

MAPLE, T.L. O professor no zoológico – Projetando o future para a vida selvagens sob cuidados humanos. Red Leaf Press: Fernandina Beach/Flórida, 2019.

MAPLE, T.L.; LINDBURG D.G. Empirical zoo: Opportunities and challenges to research in zoos and aquariums. Special Issue of Zoo Biology, v. 27, n. 6, p. 431-504, 2008.

MELLOR, D.J. Updating animal welfare thinking: moving beyond the “five freedoms” towards “a life worth living”. Animals 6, v. 21, 2016.

MOBERG, G.P.; MENCH, J.A. The Biology of Animal Stress: basic principles and implications for animal welfare. Wallingford, CABI, 377p., 2000.

MOLENTO, C.F.M. Bem-estar animal: qual é a novidade? Acta Scientiae Veterinariae, v.35, p.s224-s226, 2007 (supl. 2).

MORGAN, K.N; TROMBORG, C.T. Sources of stress in captivity. Applied Animal Behaviour Science, v. 102, p. 262-302, 2007.

NASCIMENTO, L.R., SANTOS, M.S., ALMEIDA, L.A., MATTOS, J.F.A., SALGADO, A.P.B. Importância do enriquecimento ambiental para o bem-estar dos animais no zoológico Vale dos Bichos – Thermas do Vale. Anais... XV Encontro Latino Americano de Iniciação Científica e XI Encontro Latino Americano de Pós-Graduação – Universidade do Vale do Paraíba, 2011.

ORSINI, H.; BONDAN, E.F. Fisiopatologia do estresse em animais selvagens em cativeiro e suas implicações no comportamento e bem-estar animal – revisão da literatura. Revista Institucional de Ciência e Saúde, p. 24, v.1, p. 7-13, 2006.

PACHALY, J.R. Abordagem racional do problema da fuga de grandes carnívoros e primatas em zoológicos e circus. Porto Alegre: A hora veterinária, v. 17, n. 98, p. 5-8, 1997.

POWEL, D.M.; VITALE, C. Behavioral changes in female Asian elephants when given access to an outdoor yard overnight. Zoo Biology, v. 35, ed. 4, julho/Agosto, p. 298-303, 2016.

QUADROS, S.; GOULART, V.D.L.; PASSOS, L.; VECCI, M.A.M.; YOUNG, R.J. Zoo visitor effect on mammal behaviour: does noise matter? Applied Animal Behaviour Science, v. 156, p. 78-84, 2014.

RAPHAEL, B.L. Protocols for dealing with escapes. In: FOWLER, M.E. Zoo & wild animal medicine – Current therapy 3. Philadelphia : W.B. Saunders, 1993.

SANDERS, S.; FEIJÓ, A.G.S. Uma reflexão sobre animais selvagens cativos em zoológicos na sociedade atual. Anais... Congresso Internacional Transdisciplinar Ambiente e Direito, 3., 2007, Porto Alegre. Porto Alegre: PUC RS, 2007.

TAVARES, H. L. Alimentação e nutrição de animais silvestres nativos e exóticos cativos: o papel do zootecnista, São Paulo: Associação Brasileira de Zootecnistas, 2009.

TAVARES, H.S. Alimentação e nutrição de animais silvestres nativos e exóticos cativos: o papel do zootecnista. Disponível em: Acesso em: 20 out. 2017.

WHEATER, R.; KARSTEN; SEAL,U.(eds.). The word zoo conservation strategy: the role of zoos and aquaria of world in global conservation. IUCN. Washington, DC, 1992.

WSPA. Bem-estar animal. Disponível em: Acesso em: 20 out. 2017.




DOI: https://doi.org/10.21576/pa.2021v19i1.1691

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2020 Marcos Vinícius de Souza

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Compartilhar igual 4.0 Internacional.