VAMOS CONVERSAR SOBRE RETINOBLASTOMA? – A ATUAÇÃO DA EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA NA EDUCAÇÃO EM SAÚDE EM UM MUNICÍPIO DE MINAS GERAIS

Rafaela Alves Freitas, Eryc Abido Blumer, Marcus Vinícius Arantes de Sousa, Laíse Oliveira Resende, Luciano - Gonçalves

Resumo


O retinoblastoma é a neoplasia ocular mais comum da infância, representando 3% a 4% de todos os cânceres pediátricos. A taxa de incidência média da doença nos Estados Unidos e na Europa é de aproximadamente 1 em 14.000 a 18.000 nascidos vivos, enquanto no Brasil é o dobro. O objetivo deste artigo é relatar a experiência de um projeto de extensão de educação em saúde, o qual visou a conscientização da comunidade a respeito  do retinoblastoma, seus sinais e sintomas e a importância de seu diagnóstico precoce. Após revisão teórica pertinente a respeito do tema, a equipe programou encontros teóricos para discussão  e desenvolveu três tipos de atividades práticas a serem executadas em dois dias da semana, na sala de espera dos ambulatórios de oftalmologia e pediatria da universidade. Foram realizadas as atividades práticas: uma roda de conversa sobre o que é o câncer, um jogo didáticode mitos e verdades e uma atividade com modelo anatômico de olho em acrílico. A população se envolveu e apresentou muitas dúvidas e curiosidades sobre o assunto. A equipe executora desfrutou de muitos benefícios da atuação interdisciplinar  e obteve formação mais integral na área da saúde, com estudo de temas não muito trabalhados ao longo da graduação. O projeto estimulou a reflexão crítica da população a respeito de seu papel ativo no diagnóstico precoce do retinoblastoma, bem como no reconhecimento de seus sinais e sintomas. Além disso, o projeto configurou um momento de formação profissional para os graduandos que pretendem trabalhar em equipes multiprofissionais.


Palavras-chave


Promoção da saúde; Relações comunidade-instituição; Retinoblastoma;

Texto completo:

PDF

Referências


AMARO, T.A.C. et al. Aspectos psicológicos e qualidade de vida em pacientes durante o processo de tratamento por remoção do bulbo ocular. Arquivos Brasileiros de Oftalmologia, v.69, n.6, p.889-894, 2006.

BAFFI-BONVINO, M.A., ANDRADE, N.F. Outubro Rosa na extensão universitária: o impacto de um projeto. Revista Ciência em Extensão, v.14, n.1, p.26-42, 2018

BERRY, J.L., COBRINIK, D., KIM, J.W. Detection and intraretinal localization of an ‘invisible’ retinoblastoma using optical coherence tomography. Ocular Oncologic Pathology., v.2 n.3, p.148–152, 2016.

BRASIL. Ministério da Saúde. Política Nacional de Promoção da Saúde: PNPS: Anexo I da Portaria de Consolidação nº 2, de 28 de setembro de 2017, que consolida as normas sobre as políticas nacionais de saúde do SUS. Brasília, Ministério da Saúde, 2018. Disponível em: . Aceso em: 03 jul. 2020.

CONTO, F. Interação entre o departamento de morfologia da universidade de Passo Fundo e a comunidade regional: uma atividade de extensão universitária. Revista Diálogos Extensão e Aprendizagem: tempos e espaços, v.19, n.1, p.17-23, 2014.

DE JONG, M.C. et al. From a suspicious cystic pineal gland to pineoblastoma in a patient with familial unilateral retinoblastoma. Ophthalmic Genetics., v.37, n.1, p.116–118, 2016.

DELHIWALA K.S. et al. Retinoblastoma: An update. Seminars in Diagnostic Pathology, v.33, n.3, p.133-140, 2016

DIMARAS, H., CORSON T.W. The molecular genetics of retinoblastoma. Jornal of Molecular and Cellular Biology, v.16, n.2, p.105–112, 2016.

EWENS, K.G. et al. Phosphorylation of pRb: mechanism for RB pathway inactivation in MYCN-amplified retinoblastoma. Cancer Medicine, v.6, n.3, p.619–630, 2017.

FERREIRA, V.F. et al. Educação em saúde e cidadania: revisão integrativa. Trabalho, Educação e Saúde, v.12, n.2, p.363-378, 2014.

GONZALEZ RODRIGUEZ, L. et al. Retinoblastoma: una presentación tardía y atípica. Revista Cubana de Oftalmología, v.31, n.1, p.170-177, 2018.

HECK, J. E. et al. Retinoblastoma and ambient exposure to air toxics in the perinatal period. Journal of Exposure Science and Environmental Epidemiology, v.25, n.2, p.182-186, 2015. Disponível em: . Acesso em: 03 jul. 2020

INSTITUTO NACIONAL DO CÂNCER (INCA). Retinoblastoma - versão para Profissionais de Saúde. Brasília: 2018, disponível em . Acesso em: 04 jul, 2020.

RODRIGUEZ-GALINDO, C. et al. Retinoblastoma. Pediatric Clinics of North America, v.62, n.1, p.201-223, 2015.

STEIGLEDER, L., ZUCCHETTI, D., MARTINS, R. Trajetória para curricularização da extensão universitária: contribuições do Fórum Nacional de Extensão das Universidades Comunitárias - FOREXT e a definição de diretrizes nacionais. Revista Brasileira de Extensão Universitária, v.10, n.3, p.167-174, 2019.




DOI: https://doi.org/10.21576/pa.2021v19i1.1954

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2020 Rafaela Alves Freitas, Eryc Abido Blumer, Marcus Vinícius Arantes de Sousa, Laíse Oliveira Resende, Luciano - Gonçalves

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Compartilhar igual 4.0 Internacional.