ASPECTOS PSICOLÓGICOS DO AUTORITARISMO SEGUNDO ERICK FROMM E THEODOR ADORNO: UM ESTUDO FUNDAMENTAL PARA COMPREENSÃO DO DISCURSO ANTIDEMOCRÁTICO BRASILEIRO

Camila Faria Berçot

Resumo


O presente ensaio pretende relacionar as obras de Fromm, “O medo à liberdade”, originalmente publicado em 1941 e de Adorno, “Estudos sobre a personalidade autoritária”, publicado em 1950, a fim de apontar a partir dessas fontes os aspectos que implicam na disposição de certos indivíduos ao autoritarismo. Permitindo concluir que, essas obras são de importância fundamental para compreensão de aspectos psicológicos do autoritarismo, representam diálogo entre os estudos em ciências sociais e psicologia, conversam com a atualidade, principalmente diante da identificação de uma simpatia, de parcela da sociedade pelo autoritarismo no Brasil contemporâneo. A metodologia será a revisão bibliográfica, iniciando com uma breve apresentação das obras para num segundo momento indicar os principais aspectos da personalidade autoritária, relacionando, por fim, com o recente surgimento de um discurso antidemocrático no Brasil.

Palavras-chave


autoritarismo; Brasil; Erick Fromm; Theodor Adorno

Texto completo:

PDF

Referências


ADORNO, Theodor W. Estudos sobre a Personalidade Autoritária. Trad. Virgínia Helena Ferreira da Costa, Francisco Lopez Toledo Corrêa, Carlos Henrique Pissardo. São Paulo: Editora UNESP, 2019.

CARONE, Iray. A Personalidade Autoritária Estudos Frankfurtianos sobre o Fascismo. Revista Sociologia em Rede, vol. 2, p. 14-21. 2012. Disponível em Acesso em 07 jul. 2021.

FROMM, Erich. O medo à liberdade. 9ª Ed. Rio de Janeiro: Zahar Editores, 1974.

LIMA, Renato Sérgio de et al. Medo da violência e adesão ao autoritarismo no Brasil: proposta metodológica e resultados em 2017. Opinião Pública. v. 26, n. 1, p. 34-65. 2020. Disponível em: Acesso em 21 jul. 2021.

MACIEL, Fabrício. A patologia da normalidade: Erich Fromm e a crítica da cultura capitalista contemporânea. Sociologias. v. 22, n. 55, p. 262-288. 2020. Disponível em: Acessado em 7/07/2021.

PUCCI, B. A personalidade autoritária no Brasil em tempos de neoliberalismo e de coronavírus. Dossiê: “Consequências do bolsonarismo sobre os direitos humanos, a educação superior e a produção científica no Brasil”. Revista Eletrônica de Educação, v.14, jan./dez. p.1-17. 2020. Disponível em Acesso em 7 jul. 2021.

SOUZA, Jessé. A Elite do Atraso: Da Escravidão a Bolsonaro, Rio de Janeiro: Editora Estação Brasil. 2019.

STOPINNO, Mario. verbete “Autoritarismo”, Dicionário de Política. Norberto Bobbio, Nicola Matteucci, Gianfranco Pasquino. [Organizadores]. Brasília: UnB. 1991.

VIANA, Nildo. Fromm crítico de Freud. Revista Espaço Acadêmico. nº. 110, julho de 2010. p. 41-50. 2010. Disponível em: Acesso em 07 jul. 2021.




DOI (PDF): https://doi.org/10.21576/pa.v20i1.2744.g2459

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2022 Camila Faria Berçot

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Compartilhar igual 4.0 Internacional.