PRINCIPAIS CAUSAS DA NÃO AMAMENTAÇÃO EXCLUSIVA DAS MULHERES ASSISTIDAS PELO ESF SANTANA NA CIDADE DE MANHUAÇU, MINAS GERAIS

Flavio Cunha Faria, Ana Carolina Dondoni Fávero, Amanda Soares de Carvalho Barbosa, Fernanda Caldeira Ferraz Batista, Andréia Almeida Mendes

Resumo


A amamentação exclusiva é a melhor forma de alimentar e contribuir para o crescimento e bom desenvolvimento da criança. É um ato de carinho e vinculação afetiva entre uma mãe e seu filho. Esse ato é de extrema importância, principalmente até o sexto mês, para promoção e proteção da saúde do bebê. Além disso, amamentar traz inúmeros benefícios também para a mãe, proporcionando bem estar e bom humor. Visando isso, este estudo objetivou identificar os motivos que levam as mães a não amamentar seus filhos exclusivamente no peito até os 6 meses de idade. Trata-se de uma pesquisa com abordagem quantitativa, realizada em Manhuaçu, Minas Gerais, com quinze mães moradoras do Bairro Santana na faixa etária de 18 a 35 anos. As análises estatísticas revelaram que os fatores que influenciaram a não amamentação exclusiva foram: substituição do leite materno por outro alimento e necessidade da mãe de trabalhar fora e, por conta disso, interromper o aleitamento materno exclusivo. Outro fator que contribuiu para a não amamentação exclusiva foi a influência de familiares ou pessoas próximas como sogra, mãe e avó, em oferecer outros alimentos ao bebê antes dos seis meses de vida.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.21576/rpa.2017v15i2.332

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2017 Flavio Cunha Faria

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Compartilhar igual 4.0 Internacional.