PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO: O DESAFIO DA MOBILIDADE URBANA NA CIDADE DE MANHUAÇU (MG)

Nelsino Junio de Freitas Louback, Reginaldo Adriano de Souza, José Carlos De Souza, Rita De Cássia Martins de Oliveira Ventura, Rosane Aparecida Moreira

Resumo


Este estudo abordou a importância do planejamento estratégico e os efeitos negativos causados pela sua ausência no desenvolvimento da cidade de Manhuaçu (MG). As falhas gerenciais perduraram por décadas e a cidade, que é um polo regional, se vê diante de diversos problemas de mobilidade que afetam a vida de moradores e visitantes. Soma-se ainda o exponencial aumento da frota de veículos que não foi acompanhado pelo desenvolvimento das vias públicas. Diante desse contexto, foi analisada a opinião pública sobre os transtornos enfrentados pelas ruas da cidade, bem como buscou-se uma resposta da gestão local. Para a pesquisa, foram utilizados métodos quantitativos e qualitativos, como survey e entrevistas semiestruturadas. Os resultados mostraram o pessimismo da população diante do atual cenário, suas principais queixas, além de mostrar a relação conflituosa entre a gestão municipal e o órgão federal que administra a rodovia que atravessa a cidade. O crescimento desordenado reflete não somente em problemas estruturais, como também sociais. O artigo expõe a necessidade de um planejamento estratégico adequado que sustente o desenvolvimento de Manhuaçu e dê continuidade ao importante papel da cidade para a região.


Palavras-chave


Planejamento estratégico; Mobilidade urbana; Políticas públicas

Texto completo:

PDF

Referências


ALERIGI JUNIOR, A. Dilma sanciona lei de redução do IPI para veículos. 2011. Disponível em: < http://economia.uol.com.br/ultimas-noticias/reuters/2011/12/15/dilma-sanciona-lei-de-reducao-do-ipi-para-veiculos.jhtm >. Acesso em: 20 set. 2015.

BABBIE, E. Métodos de Pesquisas de Survey. 2. Reimpressão. Belo Horizonte: UFMG, 2003.

BANISTER, D. Transport and urban Development. Londres. Editora E & FN Spoon, 1995.

BARONE, F. M; SADER, E. Acesso ao Crédito do Brasil: evolução e perspectivas. Rio de Janeiro, Revista da Administração Pública FGV, 2012. Disponível em: < http://bibliotecadigital.fgv.br/ojs/index.php/rap/article/view/6675/5258 >. Acesso em: 26 set. 2015.

BERTUCCI, J. L. O. Metodologia básica para elaboração de trabalhos de conclusão de cursos (TCC): ênfase na elaboração de TCC de pós-graduação Lato Sensu. São Paulo: Atlas, 2009.

BORBA, E. L.; TORRES, K. A.; TOMÁS, G. E.; NEVES, A. F.; SILVA, G. M. Gestão Pública para mobilidade urbana: a viabilização do uso de bicicletas em uma cidade do Sul de Minas Gerais. Rio de Janeiro. SEGET, 2013.

BRAGA, R; MONTEIRO, C. A. Planejamento Estratégico Sistêmico para instituições ensino. São Paulo: Hoper, 2005.

BRASIL. Ministério das Cidades. Planejamento em Mobilidade Urbana, 2013. Disponível em: < http://sectordialogues.org/sites/default/files/mobilidade_urbana_web.pdf >. Acesso em: 26 set. 2015.

__________. Política Nacional de Mobilidade Urbana, 2013. Disponível em: < http://www.cidades.gov.br/images/stories/ArquivosSEMOB/cartilha_lei_12587.pdf >. Acesso em: 10 set. 2015.

BRASIL. Ministério da Justiça. Departamento de Proteção e Defesa do Consumidor. Prevenção e Tratamento do Superendividamento, 2010. Disponível em < http://www.vidaedinheiro.gov.br/docs/Caderno_Superendividamento.pdf >. Acesso em: 01out. 2015.

BRASIL. Ministério do Meio Ambiente. Mobilidade Sustentável, Cidades Sustentáveis, 2014. Disponível em: . Acesso em: 15 set. 2015.

BRYSON, J. M. Strategic Planning for Public and Nonprofit Organizations: A Guide to Strengthening and Sustaining Organizational Achievement, 4th Edition. Wiley, 2011.

BURIN, R. As consequências das políticas públicas para ampliação do crédito como estratégia para o desenvolvimento econômico. Disponível em: < http://www.lume.ufrgs.br/bitstream/handle/10183/71525/000875747.pdf?sequence=1 >. Acesso em: 24 set. 2015.

CAMPOS, V. Uma visão da mobilidade sustentável. Revista dos Transportes Públicos, v.2, p.99 - 106, 2006.

CASTELLS, M.; BORJA, J. As cidades como atores políticos; in Novos Estudos CEBRAP, n. 45, julho/1996, p. 152-166.

CHIAVENATO, I. Administração Geral e Pública. 2. ed. Rio de Janeiro: Elsevier, 2008.

CHIAVENATTO, I; SAPIRO, A. Planejamento Estratégico. Rio de Janeiro: Elsevier, 2003.

DENATRAN - Departamento Nacional de Trânsito. Manual de procedimentos para o tratamento de pólos geradores de tráfego. Brasília: DENATRAN/FGV, 2001.

DENATRAN, 2015. Frota de veículos. Disponível em: < http://www.denatran.gov.br/frota2015.htm >. Acesso em: 11 nov. 2015.

DRUCIAKI, V. P. Espaço de Circulação e Sustentabilidade. In: 14º EGAL - Encuentro de Geógrafos de America Latina, 2013, Lima. Disponível em: < http://observatoriogeograficoamericalatina.org.mx/egal14/Geografiasocioeconomica/Geografiadeltransporte/10.pdf >. Acesso em: 15 set. 2015.

FARIA, J. C. Administração: introdução ao estudo. 3. ed. São Paulo: Thomson/Pioneira, 1997.

FERREIRA, A. A.; REIS, A. C.; PEREIRA, M. I. Gestão Empresarial: de Taylor aos nossos dias: evolução e tendência da moderna administração de empresas. São Paulo: Pioneira. 1997.

GALLEZ, C. Indicateurs d’évaluation de scénarios d’évolution de la mobilité urbaine. Rapport sur convention, DTT-INRETS n°690-9919-D33. Juillet, 2000.

GEHL, J. Cidades Para Pessoas. São Paulo: Perspectiva, 2013.

GIL, A. C. Como elaborar projetos de pesquisa. São Paulo: Atlas, 1998.

_______. Como elaborar projetos de pesquisa. 4. ed. São Paulo: Atlas, 2002.

GOMIDE, A. A. Transporte Urbano e Inclusão Social: elementos para políticas públicas. Brasília, 2003. Disponível em: < http://www.ipea.gov.br/agencia/images/stories/PDFs/TDs/td_0960.pdf >. Acesso em: 26 set. 2015.

GONÇALVES, R. G.; PAIVA, R. V. C.; BARBOSA, F. V. Planejamento Estratégico: quando o discurso da guerra e da empresa invade a Administração Pública. Reuna, v. 14, n. 1, p. 29-43, 2009.

GUIMARÃES, F. B. Guia de Políticas Públicas para o Desenvolvimento Econômico Municipal. Belo Horizonte: Sebrae – MG, 2009.

IBAM; MINISTÉRIO DAS CIDADES. Mobilidade e política urbana: subsídios para uma gestão integrada. Rio de Janeiro, RJ, 2005.

Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Manhuaçu, Minas Gerais. Disponível em: < http://cidades.ibge.gov.br/xtras/perfil.php?codmun=313940 > Acesso em: 01 out. 2015.

KOTLER, P. Administração de marketing: análise, planejamento, implementação e controle. 2. ed. São Paulo: Atlas, 1992.

__________. Administração de Marketing. Análise, Planejamento, Implementação e Controle. São Paulo: Atlas, 1997.

__________. Marketing para o século XXI: como criar, conquistar e dominar mercados. São Paulo: Futura, 1999.

LEITE, C.; AWAD, J. C. M. Cidades Sustentáveis, Cidades Inteligentes - Desenvolvimento Sustentável Num Planeta Urbano. Porto Alegre: Bookman, 2012.

LOPES, B; AMARAL, J. N. Políticas Públicas: Conceitos e práticas. Belo Horizonte: Sebrae/MG, 2008.

LOPES, R. A Cidade Intencional: o planejamento estratégico de cidades. 2. ed. Rio de Janeiro. MAUAD, 1998.

LUCA, L. de. Os bancos querem os vovôs. Abril. 2005. Disponível em: < http://exame.abril.com.br/revista-exame/edicoes/842/noticias/os-bancos-querem-os-vovos-m0055867 >. Acesso em: 19 set. 2015.

LUPANO, J. A.; SÁNCHEZ, R. J. Políticas de movilidad urbana e infraestructura urbana de transporte, 2009. Disponível em < http://repositorio.cepal.org/bitstream/handle/11362/3642/S2009021_es.pdf?sequence=1 > Acesso em: 14 dez. 2015.

MALHOTRA, N. K. Pesquisa de marketing: uma orientação aplicada. 3. ed. Porto Alegre, 2001.

MINAYO, M. C. S. O desafio do conhecimento: pesquisa qualitativa em saúde. Rio de Janeiro: Hucitec, 2000.

OLIVEIRA, D. P. R. de. Planejamento Estratégico: conceitos, metodologia, práticas. 23. ed. São Paulo: Atlas, 2010.

PAGNONCELLI, D.; AUMOND, C. W. Cidades, Capital Social e Planejamento Estratégico: o caso de Joinville. 3. ed. Rio de Janeiro: Elsevier, 2004.

PLUME. Synthesis Report on Urban Sustainability and its Appraisal. PLUME. Planning for Urban Mobility in Europe, p.1, 2003.

SCHRANK, D.; LOMAX, T. The 2007 urban mobility report. Texas Transportation Institute, 2007.

SECCHI, L. Políticas Públicas - Conceitos, Esquemas de Análise, Casos Práticos. São Paulo: Cengage Learning, 2014.

TAYLOR, N. Urban Planning Theory Since 1945. SAGE, 1998.

TEIXEIRA, E. C.; O Papel das Políticas Públicas no Desenvolvimento Local e na Transformação da Realidade, 2002. Disponível em: < http://www.dhnet.org.br/dados/cursos/aatr2/a_pdf/03_aatr_pp_papel.pdf > acesso em 19 set. 2015.

TZU, S. A Arte da Guerra. São Paulo. Pensamento, 1998.

VASCONCELLOS, E. A. Análisis de la movilidad urbana. Espacio, medio ambiente y equidade. Bogotá: CAF, 2010.

__________. Mobilidade Urbana e Cidadania. Rio de Janeiro: Senac Nacional, 2012.

VERGARA, S. C. Projetos e Relatórios de Pesquisa em Administração. 2. ed. São Paulo: Atlas, 1998.




DOI: https://doi.org/10.21576/rpa.2018v16i1.334

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2018 Nelsino Junio de Freitas Louback, Reginaldo Adriano de Souza, José Carlos De Souza, Rita De Cássia Martins de Oliveira Ventura, Rosane Aparecida Moreira

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Compartilhar igual 4.0 Internacional.