LUDICIDADE COMO FERRAMENTA DA DIDÁTICA: CONSTRUIR E PROMOVER O ENSINO E APRENDIZAGEM.

Gustavo Thayllon Franca Silva

Resumo


Neste artigo foi proposto o estudo do lúdico, os conceitos de brincar, o papel do brinquedo no desenvolvimento da criança, e as práticas da ludicidade no processo pedagógico, ainda apresentar como a ludicidade trabalha em conjunto com a didática objetivando um resultado de melhoramento no processo educacional, os métodos de pesquisa utilizados foram o de levantamento bibliográfico em diversas fontes da literatura como por exemplo livros de autores especialistas no assunto, periódicos científicos, revistas, jornais e demais fontes de acesso a informação, resultando assim em uma complexa e robusta pesquisa onde serão apresentados discursões acerca da importância da didática e da ludicidade na concepção do brincar para o melhoramento dos desdobramentos da educação da criança e ainda mostrar que o brinquedo e a brincadeira tem papel de fundamental importância neste contexto.


Palavras-chave


Ludicidade, didática, brinquedos.

Texto completo:

PDF

Referências


_____________. Infância e cultura lúdica contemporânea: o lazer e o brincar nas colônias de férias do Sesc.Disponível em: . Acesso em: 08 jan. 2015.

ANDRADE, LBP. Educação infantil: discurso, legislação e práticas institucionais [online]. São Paulo: Editora UNESP; São Paulo: Cultura Acadêmica, 2010. 193 p.

ANDRADE, Lucimary Bernabé Pedrosa de. Educação infantil: discurso, legislação e práticas institucionais. Disponível em: . Acesso em: 07 jan. 2015.

BERTOLDO, Janice/ Ruschel, Maria Andréa de Moura, (2000) In:

OLIVEIRA, Maria Ângela Calderari. Intervenção Psicopedagógica na escola. Curitiba: IESDE, 2004. Disponível em

BRASIL. Congresso Nacional. Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional, de 20 de dezembro de 1996. Diário Oficial da União, Brasília, DF, 23 dez. 1996. Seção 1, p. 27839. Disponível em: . Acesso em: 10 de Agosto de 2013.

BRASIL. Constituição da República Federativa do Brasil. São Paulo: Imprensa Oficial, 1988

BRASIL. Secretaria de Educação Média e Tecnológica. Parâmetros Curriculares Nacionais – PCN+: Matemática. Brasília: MEC, 1997.

CAVALLI, Edena Carla Dorne. LUDICIDADE: UMA POSSIBILIDADE METODOLÓGICA PARA PROCESSO DE ENSINO E APRENDIZAGEM NA EDUCAÇÃO INFANTIL E SÉRIES INICIAIS DA EDUCAÇÃO BÁSICA. Disponível em: . Acesso em: 07 jan. 2015.

CURY, C. R. J. A educação infantil como direito. In: BRASIL. Ministério da Educação e do Desporto. Secretaria de Ensino Fundamental. Subsídios para credenciamento e funcionamento de instituições de educação infantil. v.2. Brasília, DF: MEC/SEF, 1998.

EDUCAÇÃO, MinistÉrio da. LEI Nº 9.394, DE 20 DE DEZEMBRO DE 1996. Disponível em: . Acesso em: 15 jan. 2015.

FALKEMBACH, Gilse A. Morgental. O LÚDICO E OS JOGOS EDUCACIONAIS. Disponível em: . Acesso em: 08 jan. 2008.

FREITAS, Maria Luisa de Lara Uzun de; ASSIS, Orly Zucatto Mantovani de. Os aspectos cognitivo e afetivo da criança avaliados por meio das manifestações da função simbólica. Revista Eletrônica Ciências & Cognição. 2006.

LAKATOS, Eva Maria; MARCONI, Marina de Andrade. Metodologia Científica. 3. ed. São Paulo: Atlas, 2000. 279 p.

LIBÂNEO, José Carlos. C. Didática. São Paulo: Cortez, 1992.

LUCKESI, Cipriano Carlos. Ludicidade e desenvolvimento humano. In.: D'Ávila, Cristina Maria (Org.) Educação e Ludicidade: ensaios 04. Salvador: Universidade Federal da Bahia, Faculdade de Educação, Gipel, 2007

MAIA, Janaina Nogueira. Concepções de criança, infância e educação dos professores de Educação Infantil. Campo Grande, 2012. 135 p. Dissertação (Mestrado) Universidade Católica Dom Bosco.

MARIA, Vanessa Moraes; SILVA, Amanda Xavier da; ALMEIDA, Bianca Cristina de. A LUDICIDADE NO PROCESSO ENSINO-APRENDIZAGEM. Artigo Original. Disponìvel em: . Acesso em: 12 jan. 2015.

MORESI, Eduardo. Metodologia da Pesquisa. Disponível em: . Acesso em: 08 jan. 2015.

OLIVEIRA, V.M. O que é educação física. São Paulo: Brasiliense, 1985.

PEDROSO, Crislaine de Andrade; BARRETO, Jaqueline Muniz;

MALAQUIAS, Joseli de Souza Santos. PAPEL DO BRINQUEDO NO DESENVOLVIMENTO INFANTIL. Disponível em: . Acesso em: 10 jan. 2015.

PEREIRA, Aldeídes Gomes. A LUDICIDADE COMO RECURSO PEDAGÓGICO PARA A APRENDIZAGEM DA LEITURA E DA ESCRITA. 2013. 24 f. TCC (Graduação) - Curso de Pedagogia, Ufr, Roraima, 2013.

RIBEIRO, Rosana de Paula. A CRIANÇA E O BRINCAR NO CONTEXTO ESCOLAR: UM ESTUDO REALIZADO COM PROFESSORES DO E.I.6 DA REDE MUNICIPAL DE LONDRINA. Disponível em: . Acesso em: 08 jan. 2015.

RIBEIRO, Rosana de Paula; BATISTA, Cleide Vitor Mussini. A CRIANÇA E O BRINCAR NO CONTEXTO ESCOLAR: UM ESTUDO REALIZADO COM PROFESSORES DO E.I.6 DA REDE MUNICIPAL DE LONDRINA. Disponível em: . Acesso em: 06 jan. 2015.

ROLIM, Amanda Alencar Machado; GUERRA, Siena Sales Freitas;

TASSIGNY, Mônica Mota. Uma leitura de Vygotsky sobre o brincar na aprendizagem e no desenvolvimento infantil. Humanidades, Fortaleza, v. 2, n. 23, p.176-180, jul. 2008.

SANTOS, A. Didática sob a ótica do pensamento complexo. Porto Alegre: Sulina, 2003.

SILVA, Edlene Maria da. O Lúdico Como Recurso Didático Na Educação Infantil. Disponível em: . Acesso em: 10 jan. 2015.

SILVA, Marco Aurélio da. PLANO DE AULA. Disponível em: . Acesso em: 08 jan. 2015.

SOLER, Reinaldo. Jogos cooperativos para educação infantil. Rio de Janeiro: Sprint, 2003.

STAHL, M. M. Ambientes de ensino-aprendizagem computadorizados: da sala de aula convencional ao mundo da fantasia. São Paulo: Cortez, 2002

VIGOTSKY, Lev Semenovich; LURIA, Alexander Romanovich; LEONTIEV, Alexis N. Linguagem, desenvolvimento e aprendizagem. Tradução de Maria da Penha Villalobos. 2. ed. São Paulo: Ícone, 1988. p. 103-117.

VYGOTSKY, Lev Semenovich. A formação social da mente. 6. ed. São Paulo: Martins Fontes, 1998.




DOI: https://doi.org/10.21576/rpa.2017v15i2.343

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2017 GUSTAVO THAYLLON FRANCA SILVA

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Compartilhar igual 4.0 Internacional.