PROJETO SOCIAL EDUCIONAL INFANTIL

Letícia Perígolo

Resumo


O presente artigo tem como objetivo refletir sobre a importância da interação entre a arquitetura e os projetos sociais educacionais infantis, de modo a relacionar o espaço físico com o aprendizado infantil. Os dados foram levantados através de referências bibliográficas e análise através do as built do projeto social atuante em Manhuaçu-MG: Projeto Integrar, junto a sua análise histórica local. A arquitetura institucional tem por objetivo promover as habilidades físicas, cognitivas, motoras e socais das crianças, tendo maior responsabilidade no meio social onde as mesmas não possuem acesso à educação de qualidade ou estabilidade familiar. Com base na análise histórica do Projeto Integrar, os projetos sociais educacionais são fundamentais para gerar mudanças na realidade educacional da sociedade. Além disso, os espaços físicos destinados à educação infantil devem ser organizados e projetados arquitetonicamente de modo a favorecer o desenvolvimento intelectual, educacional e psicossocial infantil. Mediante a maneira a qual arquitetura se relaciona diretamente com a evolução e o aprendizado dos infantes, os projetos sociais devem ser projetados de maneira a suprir a carência social e educacional.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.