SEXUALIDADE NA TERCEIRA IDADE: o aumento das infecções sexualmente transmissíveis entre os idosos

Fernanda Lima Ferreira

Resumo


O presente trabalho apresenta como tema o aumento das Infecções Sexualmente Transmissíveis (IST) entre os idosos. Em decorrência do aumento da expectativa de vida e das facilidades da vida moderna, o idoso vem redescobrindo algumas experiências, como o sexo. Porém, muitos possuem práticas sexuais inseguras, tornando-os mais vulneráveis à contaminação. O objetivo deste trabalho é descrever e analisar os principais motivos para o aumento do número de ISTs entre a terceira idade, além de fornecer dados e informações que possam auxiliar as políticas públicas focadas à promoção da saúde dos idosos. A metodologia utilizada foi revisão sistemática, 22 artigos foram selecionados, através das principais bases de dados como, National Library of Medicine (Medline), Literatura Latino-americana e do Caribe em Ciências da Saúde (Lilacs), Scientific electronic library on line (Scielo) e Google Acadêmico. Além de sites e publicações institucionais do Ministério da Saúde. Embora seja evidente o aumento do número de casos de IST na população idosa, ainda são poucas as informações e prevenção desses indivíduos. Pode-se concluir que os idosos permanecem sexualmente ativos, contribuindo para o aumento das IST. Porém, as campanhas preventivas normalmente são voltadas para o público mais jovem, aumentando ainda mais a falta de informação entre a terceira idade

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.