PERFIL EPIDEMIOLÓGICO E CLÍNICO DE PACIENTES COM DIAGNÓSTICO DE MINOCA: UMA REVISÃO SISTEMÁTICA

Talita de Freitas Souza

Resumo


MINOCA (Myocardial infarction with nonobstructive coronary arteries, infarto do miocárdio sem lesões coronarianas obstrutivas) é o termo utilizado para descrever o infarto agudo do miocárdio, de acordo com sua definição universal, em que, à angiografia, não há obstrução coronariana ou essa é menor que 50%. Várias condições clínicas estão relacionadas ao seu surgimento, com diferentes mecanismos fisiopatológicos descritos O objetivo desse artigo é realizar uma revisão sistemática utilizando os termos ‘myocardial infarction,’ ‘nonobstructive’ e ‘angiography’, nas bases de dados PubMed, Cochrane, Scielo e LILACS, visando à caracterização do perfil clínico e epidemiológico, fisiopatologia e prognóstico de pacientes que se apresentam com MINOCA. Foram identificados 3095 artigos que tratavam do tema, foram eliminados 3081 artigos que não preencheram aos critérios pré-estabelecidos, de modo que a amostra final foi composta por 14 artigos. Através da análise dos textos, observou-se que a prevalência descrita varia de 3 a 15%, a condição é mais comum em mulheres idosas, está relacionada aos fatores de risco tradicionais para doença coronariana, existem diversos mecanismos fisiopatológicos associados e o prognóstico, apesar de ser melhor do que em pacientes com doença arterial coronariana obstrutiva, associa-se a taxas de eventos cardíacos adversos maiores e mortalidade consideráveis. A busca pelo diagnóstico etiológico é necessária para que se possa realizar melhor manejo desses pacientes

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.