PERSPECTIVA DA PERSONA SOBRE O CONSUMO NO MERCADO DE CAFÉS ESPECIAIS: UM ESTUDO DE CASO NA REGIÃO DAS MATAS DE MINAS

Valdinei Vieira Gonçalves

Resumo


O Brasil detém a posição de maior produtor e exportador de café do mundo, onde o maior destaque do país é o estado de Minas Gerais. O café commodity atinge níveis de produção cada vez mais altos, decorrentes de avanços nos meios de produção. Contudo os cafés especiais ganham cada vez mais espaço, tanto no mercado interno quanto no externo. A busca dos consumidores por produtos de qualidade superior, assim como o movimento da terceira onda do café, fizeram com que os cafés especiais surgissem como o produto que venha suprir essa necessidade de qualidade superior. Diante disto é válido verificar quais são as características desses consumidores, assim o objetivo do presente artigo é analisar o perfil e comportamento dos consumidores de café especial da Zona da Mata de Minas Gerais e a relação dos atributos e das experiências experimentadas. Entre os processos metodológicos utilizados o estudo se classifica como pesquisa descritiva, a técnica adotada foi o levantamento de dados, como método de coleta de informações se utilizou a aplicação de questionários e sua análise de forma quantitativa. Os resultados indicam que fatores como qualidade, sabor e aroma são alta relevância na hora de se decidir pela compra dos produtos. Os fatores pessoais são os que representam maior grau de influência nos consumidores desse tipo de café. Pode-se observar que o consumo de café especial é um habito presente no dia-a-dia dos consumidores, e que os mesmos se sentem bem ao consumir esta bebida, bem como concentrados e relaxados. Também pode-se observar que os atributos sabor e aroma tem forte ligação com a sensação de prazer e qualidade.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.