O CONHECIMENTO DO MODELO DE DESIGN THINKING COMO INDUTOR NA INOVAÇÃO NA SALA DE AULA: UM ESTUDO COM O CORPO DOCENTE DO CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS DO UNIFACIG

Natali Silva Carvalho

Resumo


O presente artigo busca através de estudos retratar o Design Thinking, como uma abordagem ligada a inovação e como tal vem sendo trabalhada na área da Educação, no ensino superior, como indutor da inovação na sala de aula: um estudo empírico no mundo universitário contábil. O Design Thinking é uma metodologia que aplica ferramentas do Design para solucionar problemas complexos, por meio do raciocínio associativo e do pensamento analítico, centralizando as pessoas e suas necessidades no processo. Os objetivos específicos permeiam o conhecimento dos docentes sobre Design Thinking, diante das técnicas e ferramentas colaborativas associado as metodologias ativas para o desenvolvimento de habilidades em seus alunos, do conhecimento sobre Design Thinking e das técnicas descritas nas metodologias ativas. Traz a resposta ao problema da pesquisa de quais são os conhecimentos do modelo de Design Thinking como indutor na inovação na sala de aula do corpo docente do Curso de Ciências Contábeis do UNIFACIG. A análise de dados trouxe fatos curiosos, como o conhecimento dos professores sobre as ferramentas colaborativas de design thinking. O estudo verificou o conhecimento do corpo docente do Curso de Ciências Contábeis do UNIFACIG em relação as técnicas e ferramentas colaborativas, como forma de inovação das metodologias de ensino, percebe-se que os professores após terem visto os conceitos tiveram comportamento mais equilibrado, equilibrando os picos de conhecimento da primeira etapa.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.