A CONTITUCIONALIDADE DAS PESQUISAS ELEITORAIS E SUA INFLUÊNCIA NA ESCOLHA DO ELEITOR

Juarez Luis Pessoa de Oliveira

Resumo


O voto é hoje o modo pelo qual o cidadão exerce o seu poder de escolha. É também
um dispositivo previsto e protegido pela Lei, guardado no seio da máxima ordem
brasileira, a Constituição Federal. O instrumento pelo qual o brasileiro elege seus
governantes e dispõe de sua representação política é também um dos temas mais
conflitantes, em período de crise política como a atual. No presente trabalho se busca
abordar a prática de pesquisa eleitoral, em período eleitoral e como a mesma pode
influenciar de maneira direta o eleitorado, a partir do poder exercido pela mídia na
disposição dos dados colhidos. Através de levantamento bibliográfico, colheita de
dados e releituras cientificas busca-se encontrar os indícios não só da
constitucionalidade da pesquisa, mas também o grau de influência exercido, levandose
em conta a influência direta e a capacidade de persuasão. No final, não se pretende
esgotar o tema proposto, mas levantar dados e informações contributivas para a
evolução não só acadêmica, mas de todos os que se interessam pelo direito eleitoral
brasileiro e seus desdobramentos.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.