DEMANDA POR CONSULTORIA AGRÍCOLA DOS CAFEICULTORES DO CÓRREGO CACHOEIRÃO, NO MUNICÍPIO DE SIMONÉSIA – MG

Maxwell Pacelli de Souza Marcial

Resumo


A cafeicultura é de grande importância econômica para o município de Simonésia – MG, sendo responsável direta por mais de 35% do seu PIB (Produto Interno Bruto). Entendendo a importância do setor para o município e a complexidade da administração rural, dada a grande cadeia do agronegócio e as características peculiares do mesmo, este trabalho se propõe a identificar a demanda por consultoria agrícola no córrego Cachoeirão em Simonésia. Para obter os resultados, foi feita uma pesquisa descritiva com questionários aplicados a 29 cafeicultores da comunidade, seguindo uma amostragem não probabilística, por conveniência. Com a análise dos dados foi possível observar que a maioria dos entrevistados têm toda ou a maior parte da renda familiar proveniente da cafeicultura; que o nível de escolaridade deles é baixo, visto que a maioria não concluiu o Ensino Fundamental; que apenas 6,9% recebem um serviço regular de consultoria, que a maioria deles recebe consultorias ocasionais, por meio de fornecedores de insumos, ou não recebem nenhum tipo de consultoria. Por fim observou-se que os cafeicultores que não recebem nenhuma consultoria têm produtividade média de 23 sacas de café por hectare, enquanto os que contratam o serviço regularmente atingem média de 42,5 sacas por hectare, ou seja 84,8% a mais de produção na mesma área, evidenciando-se que tanto os cafeicultores em particular, como a economia local têm necessidade de acesso aos serviços de consultoria e às tecnologias disponibilizadas por estes profissionais.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.