FRANQUIA: UMA ANALISE DAS EMPRESAS DE MANHUAÇU

Oliveira Faria de Jacob Andrade

Resumo


Compreendendo o crescimento do seguimento de franquias na cidade de Manhuaçu, um estudo sobre a gestão de unidades franqueadas no presente artigo teve por objetivo entender como os empreendedores/empresários se adaptam aos modelos de sistema das franquias. Baseando nos conceitos de empreendedorismo e da franchising, com as análises feitas do ambiente no seguimento encontrou-se dificuldades de abrir um negócio próprio e frente ao sistema de franquias dificuldades de adaptação com o sistema, como estratégia utilizada, os padrões, custos entre outros. Para se mantiverem em um mercado competitivo, os erros na gestão, falta de planejamento e controle leva o negócio à morte. Para tanto foram analisadas a gestão de duas unidades franqueadas de Manhuaçu, se configurando através da pesquisa descritiva com estudo de caso, com uma abordagem qualitativa, onde buscou entender a percepção dos entrevistados sobre o tema. A coleta de dados se deu através de entrevista semiestruturada, que foi feita em uma etapa: entrevista com os franqueados sobre gestão empresarial nas unidades franqueadas. Foram feitas comparações entre as percepções a fim de identificar gaps entre elas. Os resultados das análises foram dentro de competências da gestão empresarial: Competências operacionais, mercadológicas e financeiras. O presente estudo demonstrou que mesmo com a estrutura presente no sistema de franquias, a necessidade, como de qualquer outro empreendedor, em ter as competências de gestão em uma unidade franqueada. E com os resultados obtidos frente ao referencial teórico, observa-se adaptações nas relações entre as partes, que com o dinamismo do mercado, mesmo com os benefícios do sistema, exigem mais das competências não encontradas no modelo gerando mudanças na busca continua de melhorias neste ambiente.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.