NÍVEIS DE TROPONINA EM PACIENTES EMBÓLICOS

Filipe Fernandes Soares

Resumo


A embolia pulmonar, ou tromboembolismo pulmonar (TEP) configura- se na obstrução aguda da circulação arterial pulmonar pela instalação de trombos sanguíneos, oriundos da circulação venosa sistêmica, com redução ou cessação do fluxo de sangue pulmonar para a área afetada. É bastante incidente na sociedade, de uma forma geral, afetando aproximadamente 5/10.000 pacientes, sendo que a taxa de mortalidade se eleva em quatro vezes, quando o tratamento não é estabelecido. A troponina é um marcador bioquímico de lesão dos cardiomiócitos e também marcador independente de mortalidade. Alguns anos atrás, a troponina ganhou uma nova finalidade: auxiliar no diagnostico em pacientes portadores de embolia pulmonar e contribuir na criação de uma estratificação prognóstica. Os níveis elevados de troponina são decorrentes de uma sobrecarga ventricular, especialmente do VD o que pode acarretar efeitos adversos ao paciente. A obtenção de dados para confecção deste trabalhos foi realizada por meio de pesquisas disponíveis em SCIELO (Scientific Eletronic Library Online) e MEDLINE (Medical Literature Analysis and Retrieval Sistem on-line). Este estudo de revisão bibliográfica sobre o tema reflete na necessidade de maiores discussões acerca do papel da troponina em pacientes embólicos

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.