MANIFESTAÇÕES BUCAIS MEDIANTE A QUIMIOTERAPIA EM PACIENTES ONCOLÓGICOS

Raquel Godinho Costa, Íngrid Pereira de Freitas Ponte, Kariny Pereira Pedron, Pedro Miguel Barros Moreno, Vivian Carla Souza Miranda, Jaiane Bandoli Monteiro

Resumo


Este trabalho descreve uma pesquisa feita através de artigos científicos e entrevistas com profissionais da área da saúde, um médico e um Cirurgião-Dentista, a respeito dos principais efeitos e manifestações bucais em pacientes oncológicos que estão em tratamento quimioterápico, visando o bem estar, higienização correta, percepção de qualquer mudança nos tecidos da cavidade bucal, prevenção e tratamento de lesões recorrentes da resposta imunológica do indivíduo. Os entrevistados assinaram o Termo de Consentimento Livre e Esclarecido (TCLE). Como resposta, as principais manifestações bucais observadas pelos profissionais de saúde foram: mucosite, xerostomia, infecções bacterianas, fúngicas e virais, as quais são efeitos desenvolvidos ou adquiridos devido à resposta imunológica do paciente ao patógeno, resultantes do comprometimento através dos tratamentos quimioterápicos. Diante do exposto, o incentivo quanto ao autoexame bucal entre os pacientes e o acompanhamento com Cirurgiões-Dentistas durante todo o tratamento quimioterápico é essencial para evitar ou minimizar efeitos colaterais causados.

Texto completo:

PDF

Referências


ADAMIETZ, I. A. et al. Prophylaxis with povidone-iodine against induction of oral mucositis by radiochemotherapy. Support Care Cancer. v. 6, p. 373-377, 1998.

ANDRÉ, J. B. et al. Evolution and immunology of infectious diseases: what’s new? An E-debate. Infect Genet Evolut. v. 4, p. 69-75, 2004.

BIRON, P. et al. Research controversies in management of oral mucositis. Support Care Cancer. v. 8, p. 68-71, 2000.

CAMPOS, L. et al. Laserterapia no tratamento de mucosite oral induzida por quimioterapia: relato de caso. Rev Assoc Paul Cir Dent, v. 67, n. 2,p. 102-106, 2013.

CHADHA, K. C. et al. Interferons and interferon inhibitory activity in disease and therapy. Exp Biol Med. v. 229, p. 285-290, 2004.

CHILDERS, N. K. et al. Oral complications in children with cancer. Oral Surg Oral Med Oral Pathol. v. 75, p. 41-47, 1993.

COLE, G. T; HALAWA, A. A.; ANAISSE, E. J. The role of the gastrointestinal tract in hematogenous candidiasis: from the laboratory to the bedside. Clin Infect Dis. v. 22, n. 2, p. 73-88, 1996.

CONSOLARO, A.; CONSOLARO, M. F. M. O. Diagnóstico e tratamento do herpes simples recorrente peribucal e intrabucal na prática ortodôntica. Ortop Facial. v. 14, n. 3, p. 16-24, 2009.

CÓRDOVA, A. Compendio de fisiologia para ciencias de lasalud. MADRID: Ind. ed. Interamericana-McGraw-Hill, 1994.

COSTA, R. C. L. et al. Manifestações bucais em pacientes infanto-juvenis submetidos ao tratamento antineoplásico: revisão de literatura. News Lab. v. 84, 2007.

DIAS, C. C. A. Diferentes manifestações que acometem a cavidade bucal de crianças durante o tratamento oncológico pediátrico. Acesso em 27 set 2019. Disponível em: https://www.odontologia.com.br/.

FERNANDES S. I.; FRAGA C. P. T. A importância do cirurgião-dentista nos efeitos adversos na cavidade bucal do tratamento oncológico de cabeça e pescoço. Rev Cient UMC, v. 4, n. 1, p. 1-16, 2019.

GORDÓN-NÚÑES, M. A.; PINTO, L. P. Candidíase e sua relação com a mucosite oral em pacientes oncológicos pediátricos. Rev Bras Pat Oral. v. 2, n. 2, p. 4-9, 2003.

GROTZ, K. A. et al. Long-term oral Candida colonization, mucositis and salivary function after head and neck radiotherapy. Support Care Cancer. v. 11, p. 717-721, 2003.

GHELARDI, I. R. et al. A necessidade da avaliação e tratamento odontológico pré-radioterapia. Prat Hospital, v. 58, p. 149-151, 2008.

KROETZ, F.; CZLUSNIAKK, D. Alterações bucais e condutas terapêuticas em pacientes infanto-juvenis submetidos a tratamentos anti-neoplásicos. Publ UEPG Biol Health Sci. v. 9, n. 2, p. 41-48, 2003.

LAWALL, M. A. et al. Gengivoestomatite herpética primária em adulto: relato de caso clínico. Rev Odonto Cienc. v. 20, n. 48, p. 191-194, 2005.

LUPI O. Imunoprofilaxia anti-herpética utilizando vírus geneticamente modificado: vacina DISC. An Bras Dermatol. v. 78, n. 3, p. 345-353, 2003.

MACHADO, P. R. L. et al. Mecanismos de resposta imune às infecções. An Bras Dermatol. Rio de Janeiro. v. 6, n. 79, p. 4-5, 2004.

MAGNUS, S. A. et al. Recurrent infections in homozygous sickle cell disease. Arch Dis Child. v. 80, p. 537-541, 1999.

MARTINS, A. C. M.; CAÇADOR, N. P.; GAETI, W. P. Complicações bucais da quimioterapia antineoplásica. Acta Scientiarum. v. 24, n. 3, p. 663-670, 2002.

MCCARTHY, G. M. et al. Risk factors associated with mucositis in cancer patients receiving 5-fluorouracil. Oral Oncology. v. 34, p. 484-90, 1998.

MENDONÇA, E. F. et al. Complicações bucais da quimioterapia e radioterapia no tratamento do câncer. Rev ABO Nac. v. 13, n. 3, p. 151, 2005.

Ministério da Saúde, Instituto Nacional do Câncer (INCA). Estimativa de casos novos. Coordenação de Prevenção e Vigilância, Divisão de Vigilância e Análise de Situação. 2019. Acesso em 27 set 2019. Disponível em: https://www.inca.gov.br/numeros-de-cancer.

Ministério da Saúde, Instituto Nacional do Câncer (INCA). Estimativa de incidência de câncer no Brasil. Rio de Janeiro, p. 31-33, 2017. Acesso em 27 set 2019. Disponível em: https://www.inca.gov.br/.

MORRAS, E. M. Profilaxis de la endocarditis infecciosas em la consulta odontológica: normas actuales de la Asociación Americana Del Carazón. Acta Odontol Venez. v. 40, n. 3, p. 301-304, 2002.

NUCCI, M.; ANAISSE, E. Revisiting the source of candidemia: skin or gut? Clin Infect Dis. v. 33, p. 1959-1967, 2001.

PARULEKAR, W. et al. Scoring oral mucositis. Oral Oncol. v. 34, p. 63-71, 1998.

PERERA, F. P. Environment and cancer: who are susceptible? Science. v. 278, p. 1068-1073, 1997.

PFALLER, M. A. Nosocomial candidiasis: emerging species, reservoirs, and modes of transmission. Clin Infect Dis. v. 22, n. 2, p. S89-S94, 1996.

PINTO-COELHO, C. M. et al. Implicações clínicas da xerostomia: abordagens sobre o diagnóstico e tratamento. Rev Assoc Paul Cir Dent, v. 56, p. 295-298, 2002.

ROMANI, L. Immunity to fungal infections. Nat Rev Immunol. v .4, p.1-23, 2004

SIMOES, A. et al. Laser phototherapy as topical prophylaxis against head and neck cancer radiotherapy-induced oral mucositis: comparison between low and high/low power lasers. Lasers Surg Med. v. 41, n. 4, p. 264-70, 2009.

SONIS, S. T.; Mucositis as a biológical process: a new hypothesis for the development of chemotherapy-induced tomato toxicity. Oral Oncol. v. 34, p. 39-43, 1998.

SPIJKERVET, F. K.; SONIS, S. T. New frontiers in the management of chemotherapy-inducedmucositis. Curr Opin Oncol. v. 1, n. 10, p. 23-27, 1998.

SWEENEY, M. P. et al. Oral disease in terminally ill cancer patients with xerostomia. Oral Oncol. v. 34, n. 2, p. 123-126, 1998.

TRINDADE, A. K. F. et al. Herpes simples labial - um desafio terapêutico. Com Cienc Saude. v. 18, n. 4, p. 307-314, 2007.

TROTTI, A. et al. Mucositis incidence, severity and associated outcomes in patients with head and neck câncer receiving radiotherapy with or without chemotherapy: a systematic literature review. Radiotherapy and oncology. J Eur Soc Therap Rad Oncol. v. 66, n. 3, p. 253-62, 2003.

VIEIRA, F. L. D.; CASTILHO, P. P. S. Avaliação do grau de conhecimento dos formados em odontologia da região sul-fluminense a respeito da endocardite infecciosa e sua prevenção. Rev Bras Cir Traumatol Buco-Maxilo-Fac. v. 2, n. 1, p. 2-6, 2005.

WANNMACHER, L.; FERREIRA, M. B. C. Profilaxia antimicrobiana em Odontologia. Editora Guanabara Koogan. Rio de Janeiro. v. 2, p. 232-240, 1999.

WENZEL, R. P. Nosocomial candidemia: risk factors and attributable mortality. Clin Infect Dis. v. 20, p. 1531-1534, 1995.

WHITLEY, R. J.; ROIZMAN, B. Herpes simplex virus infection. Lancet. v. 357, p. 1513-1518, 2001.

ZARDO, V. MAZZARI, A. Os antifúngicos nas infecções por Candida sp . News Lab. v. 63, p. 2, 2004.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.