A FUNÇÃO SOCIAL DOS LIVROS INFANTIS COM PROTAGONISTAS/PERSONAGENS NEGROS

Thamiris Adão Ferreira da Silva, Jovana Aparecida da Silva, Lídia Maria Nazaré Alves

Resumo


Este artigo visa abordar aspectos que permeiam a literatura infanto-juvenil e sua função social para com o público negro. Grupo este que corresponde a maior parcela da população brasileira. Além disso, vamos visibilizar alguns livros que trazem personagens protagonistas negras e que trabalham a questão da representação/valorização da etnia  africana, bem como sua cultura e costumes.


Texto completo:

PDF

Referências


ARAUJO, Emanoel. Viva Cultura, Viva o Povo Brasileiro. Museu Nacional: São Paulo, 2007.

BÁ, A. Hampaté. A tradição viva. KI-ZERBO, Joseph. História geral da África, I: Metodologia e pré-história da África. 2. ed. rev. – Brasília: UNESCO, 2010.

BRASIL. Lei 10.639 de 9 de janeiro de 2003. Altera a Lei no 9.394, de 20 de dezembro de 1996, que estabelece as diretrizes e bases da educação nacional.

BROOKSHAW, David. Raça &cor na literatura brasileira. Porto Alegre. Mercado Aberto,1983.

CANDIDO, Antonio. Direitos Humanos e literatura. In: A.C.R. Fester (Org.) Direitos humanos E… Cjp / Ed. Brasiliense, 1989.

CANDIDO, Antônio. Literatura e Sociedade: estudos de teoria e história literária. São Paulo: Queiroz, 2000.

CEIA, C. Sobre o conceito de alegoria. In: Matraga. Ponta Grossa, PR, 1998, v.10. Disponível em < http://www.pgletras.uerj.br/matraga/nrsantigos/matraga10ceia.pdf>. Acesso em: 25 de set. 2019.

CASTILHO, Suely Dulce. A Representação do Negro na literatura Brasileira. Novas Perspectivas, v.7 nº01, 2004.

COELHO, Nelly Novaes. Literatura infantil. São Paulo: Ed. Moderna, 2000.

COELHO, Nelly Novaes. Literatura Infantil: Teoria, Análise, Didática. 7ª edição. São Paulo: Moderna, 2000.

FANON, Frantz. Pele negra, máscaras brancas. Bahia: Editora Edufba, 2008.

HANSEN, J.A. Alegoria: construção e interpretação da metáfora. Campinas: Unicamp, 2006, p.7-36.

OLIVEIRA, Aparecida Gomes, Alves, Lídia Maria Nazaré. O desafio de Sancho Fula: o macaquinho. 1ª edição, Rio de Janeiro: Autografia, 2019.

PEDROSA, Israel. Da cor à cor inexistente. Rio de Janeiro: Senac Nacional, 2014.

PIMENTEL, M. Maju não vai à festa. 1 ed. 2016.

PROENÇA FILHO, Domício. A trajetória do negro na literatura brasileira. São Paulo: Scielo Brasil, 2004.

SILVA, A. C. da. A Desconstrução da Discriminação no Livro Didático. In: KABENGUELE, M. Superando o racismo na escola. Brasília: Ministério da Educação, Secretaria de Educação Continuada, Alfabetização e Diversidade, 2005. p. 21-38. Disponível em: http://portal.mec.gov.br/secad/arquivos/pdf/racismo_escola.pdf. Acesso em: 03 out. 2019.

ZIRALDO. O Menino Marrom. 32° Edição. São Paulo: Melhoramentos, 2004.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.