OCORRÊNCIA DE STAPHYLOCOCCUS AUREUS EM SECREÇÃO NASAL DE ESTUDANTES DA ÁREA DA SAÚDE NÃO-FREQUENTADORES DO AMBIENTE HOSPITALAR NO MUNICÍPIO DO RIO DE JANEIRO.

Dafne Fuscaldi de Paula, Tatiana Maia Carvalho Pignataro, Rafael Santos de Aragão Pedroso, Vanusa Guimarães Dutra Guimarães Dutra, Flávio Gimenis Fernandes, Antonio Neres Norberg

Resumo


Investigou-se a ocorrência de Staphylococcus aureus nas narinas de estudantes do ensino básico do curso de medicina não-frequentadores do ambiente hospitalar. Foram coletadas amostras de secreção nasal de 120 estudantes voluntários entre março e julho de 2015. As amostras foram processadas no Laboratório de Microbiologia da Faculdade de Medicina da Fundação Técnico Educacional Souza Marques e na Seção de Bacteriologia do Instituto de Biologia do Exército – IBEx. Os resultados revelaram que dos 120 estudantes examinados, 31 estavam colonizados por S. aureus com a prevalência de 25,8%. Todas as cepas isoladas apresentaram sensibilidade aos antibióticos testados, exceto ao ácido nalidíxico e à penicilina, aos quais foi registrada 100% de resistência.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.