A COMUNICAÇÃO COMO INSTRUMENTO PARA A BUSCA DA ALTERIDADE

Acsa Oliveira Fernandes, Tailane da Silva Santos, Vanessa Fernandes Dias, Lídia Maria Nazaré Alves, Ivete Monteiro de Azevedo, Glaciene Januário Hottis Lyra

Resumo


Este trabalho resulta dos estudos feitos nos Projetos de Pesquisa e de Extensão: “Estudos de gênero na literatura e sua repercussão na sociedade” e “As representações da crise: interseção de fontes literárias”, respectivamente, financiados pela PAPq, em desenvolvimento neste ano de 2017, na UEMG - Unidade de Carangola, sob a orientação da professora Dra. Lídia Maria Nazaré Alves e Coordenação dos professores Msc. Glaciene Januário Hottis Lyra e Alexandre H.C. Bittencourt. Tem como premissa o estudo acerca da comunicação como um dos Direitos Humanos e traz um pequeno resumo de como esse conceito é abordado em diferentes documentos internacionais, além de explicitar a maneira em que acontece o processo comunicativo. No que se refere aos grupos minoritários, buscou-se averiguar de que maneira o negro é retratado na Literatura e como o direito à comunicação o possibilita reivindicar a alteridade. Para tal, foi elegido como escopo teórico os autores Bagno (1999), Barbosa (s/d), Bechara (2009), Bordenave (1982), Gomes (2007), Jakobson (2010),

Spivak (1984) e Pereira (2012).


Texto completo:

PDF

Referências


BAGNO, Marcos. Preconceito linguístico: o que é, como se faz? São Paulo: Edições Loyola, 1999. BARBOSA, Bia; BRANT, João. Direitos humanos e comunicação democrática: o que vem antes?

Disponível em

http://reporterbrasil.org.br/documentos/direitos_humanos_comunicacao.pdf

BECHARA, Evanildo. Moderna Gramática Portuguesa. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 2009.

BORDENAVE, Juan E. Díaz. O que é comunicação? Coleção Primeiros Passos. São Paulo: Editora Brasiliense, 1982.

FIORIN, José Luiz. Semiótica e comunicação. Galáxia: Revista do Programa de Pós-Graduação em Comunicação e Semiótica. nº 8, 2004. Disponível em https://revistas.pucsp.br/index.php/galaxia/article/view/1390/869

GOMES, Raimunda Aline Lucena. A comunicação no discurso dos direitos humanos: da liberdade de expressão ao direito humano à comunicação. Cenários da Comunicação, vol. 6, p. 13-20. São Paulo, 2007.

JAKOBSON, Roman. Linguística e comunicação. São Paulo: Cultrix, 2010.

MARCO, Thaís Kerber de; ANGELIN, Rosângela. Reconhecimento dos direitos dos grupos minoritários nas sociedades multiculturais. São Leopoldo: Faculdades Est, 2014. Disponível em anais.est.edu.br/index.php/congresso/article/download/482/291

SPIVAK, Gayatri. Quem reivindica alteridade? In HOLANDA, Heloisa. B. de (Org.). Tendências e impasses: o feminismo como crítica da cultura. Rio de Janeiro: Rocco, 1994. p. 187-205.

PEREIRA, Olga Maria Lima. A dor da cor: reflexões sobre o papel do negro no Brasil. Cadernos Imbondeiro, volume 2. João Pessoa, 2012. Disponível em: http://periodicos.ufpb.br/index.php/ci/article/viewFile/14101/8747


Apontamentos

  • Não há apontamentos.