AMEBÍASE: UMA REVISÃO BIBLIOGRÁFICA E VISÃO EPIDEMIOLÓGICA

Bruna Moreira Nicoli, Bruna Aurich Kunzendorff, Fernanda Alves Luz, Karina Gomes Martins, Roberta Mendes von Randow

Resumo


O parasito que causa a amebíase é a Entamoeba histolytica, que possui alto grau de patogenicidade. O ciclo da doença é monoxênico, ou seja, possui apenas um hospedeiro definitivo. A amebíase é adquirida através do consumo de alimentos ou água infectada com cistos do parasito e, após ingerido, o destino primário é o intestino, podendo causar disenteria, colite ou enterocolite amebiana. A doença ocorre pela invasão dos tecidos pelas formas trofozoítas, que tem efeito letal sobre as células. Devido às dificuldades do diagnóstico clínico, conta-se com o diagnóstico laboratorial parasitológico da amebíase intestinal, que é obtido por meio da pesquisa do parasita nas fezes. Além disso, também é possível realizar o diagnostico imunológico. A prevalência da doença é maior em países em desenvolvimento devido às más condições de saneamento básico e higiene.


Texto completo:

PDF

Referências


ANDRADE, Elisabeth et al. Parasitoses intestinais: uma revisão sobre seus aspectos sociais, epidemiológicos, clínicos e terapêuticos. Rev. APS, Juiz de Fora, v. 13, n. 2, p. 231-240, abr./jun. 2010.

BRASIL, Ministério da Saúde. Departamento de informática do SUS. Acesso em 22 de junho de 2017. Disponível em

CAMPOS, Célia Maria Sivalli, SOARES Cassia Baldini. The production of mental health services: the conception of the workers. Ciên Saúde Colet, v. 8, n. 2, p. 621-628, 2003.

CIMERMAN, Benjamin; CIMERMAN, Sérgio. Parasitologia humana e seus fundamentos gerais. Editora Atheneu, São Paulo. 2ed. 2005. BRASIL, Ministério da Saúde. Departamento de informática do SUS. Acesso em 22 de junho de 2017. Disponível em

CORDEIRO, Thiago Guimarães Pires; DE MACEDO, Heloísa Werneck. Amebíase. Revista de Patologia Tropical. Vol. 36 (2): 119-128. Rio de Janeiro, 2007.

CHAVES, Antônio Carlos Palermo; FILHO,José Teixeira de Seixas; DANTAS Marcia Macedo Lima.

Revista Augustus, Rio de Janeiro, V. 14 , n. 29, Fevereiro de 2010.

DE ARAÚJO, Marina Reus Tassi. Isolamento de Entamoeba Histolytica/E.dispar a partir de plantio de cistos em meio de cultura. 2005. Dissertação (Bacharel em Ciências Biológicas) - Setor de Ciências Biológicas, Universidade Federal do Paraná, Curitiba, 2005.

DULGHEROFF, Ana Carolina et al. Amebíase intestinal: diagnóstico clínico e laboratorial.

Revista Científica do ITPAC, Araguaína, v.8, n.2, Pub.1, Agosto 2015

FREI, Fernando; JUNCANSEN, Camila; RIBEIRO-PAES, João Tadeu. Levantamento epidemiológico das parasitoses intestinais: viés analítico decorrente do tratamento profilático. Cad. Saúde Pública, Rio de Janeiro , v. 24, n. 12, p. 2919-2925, Dec. 2008 . Disponível em

GERHARD, Tatiana Engel; SILVEIRA, Denise Tolfo. Métodos de pesquisa. Rio Grande do Sul: UFRGS Editora; 2009.

NEVES, David Pereira. Parasitologia humana. 11. ed. São Paulo: Atheneu, 2005. NEVES, David Pereira. Parasitologia humana. 12. ed. São Paulo: Atheneu, 2011. NEVES, David Pereira. Parasitologia humana.13. ed. São Paulo: Atheneu, 2016.

PALERMO CHAVES, Antônio Carlos; SEIXAS FILHO, José Teixeira de; LIMA DANTAS, Marcia

Macedo. Revisão do mecanismo fisiopatológico da amebíase. Revista Augustus, Rio de Janeiro, v.14, n.29, p.74-87,2010. Available from

.

POLANIA LIZCANO, Héctor Adolfo; CABRERA DIAZ, Ronald. Ameboma cecal: Complicación de la amebiasis intestinal. Rev Col Gastroenterol,Bogotá, v.26,n.3,p.227-229,Sept.2011. Available from

.

POVOA, Marinete Marins et al . Diagnóstico de amebíase intestinal utilizando métodos coproscópicos e imunológicos em amostra da população da área metropolitana de Belém,

Pará, Brasil. Cad. Saúde Pública, Rio de Janeiro , v. 16, n. 3, p. 843-846, Sept. 2000 . Available from

REY, Luis. Bases da parasitologia médica. Guanabara Koogan Editora, Rio de Janeiro. 2 ed. 2002.

SANTOS, Fred Luciano Neves; CERQUEIRA, Elúzio José Lima; SOARES, Neci Matos. Comparison of the thick smear and Kato-Katz techniques for diagnosis of intestinal helminth infections. Rev. Soc. Bras. Med. Trop., Uberaba, v. 38,n. 2,p. 196-198, Apr. 2005 . Available from

SANTOS, Fred Luciano Neves; GONCALVES, Marilda de Souza; SOARES, Neci Matos. Validation and utilization of PCR for differential diagnosis and prevalence determination of Entamoeba histolytica/Entamoeba dispar in Salvador City, Brazil.Braz J Infect Dis, Salvador ,v. 15,n. 2,p. 119- 125, Apr. 2011 . Available from .

SANTOS, Fred Luciano Neves; SOARES, Neci Matos. Mecanismos fisiopatogênicos e diagnóstico laboratorial da infecção causada pela Entamoeba histolytica. J. Bras. Patol. Med. Lab.,Rio de Janeiro , v. 44, n. 4, p. 249-261,Aug. 2008 . Available from

SILVA, Mônica Cristina de Moraes et al. Determinação da infecção por Entamoeba histolytica em residentes da área metropolitana de Belém, Pará, Brasil, utilizando ensaio imunoenzimático (ELISA) para detecção de antígenos. Cad. Saúde Pública,Rio de Janeiro ,v. 21,n. 3,p. 969-973, June 2005 . Available from .

SOUZA, Paula Andreza de Carvalho et al . Ocorrência de enteroparasitoses em portadores de transtornos mentais assistidos na Clínica de Repouso São Marcello em Aracaju (SE). Ciênc. saúde coletiva, Rio de Janeiro ,v. 15, supl. 1, p. 1081-1084, June 2010 .Disponível em

.

World Health Organization. Entamoeba taxonomy. Bull World Health Organ 1997; 75:291-2.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.