EFLUENTES DOMÉSTICOS: DIAGNÓSTICO AMBIENTAL DA COMUNIDADE RURAL DO CÓRREGO DOS DINIZ NO MUNICÍPIO DE MANHUAÇU - MG

Gabriel Gonçalves Guerra

Resumo


A descarga de efluente doméstico pode ser considerada uma questão socioambiental, relacionada de forma direta à saúde publica, pois, faz parte do saneamento básico, em conjunto com o abastecimento de água e o tratamento dos resíduos sólidos, com impactos na preservação e conservação dos recursos naturais, principalmente no recurso hídrico. O presente trabalho teve como objetivo realizar um levantamento sobre as questões ambientais das 78 residências rurais do município de Manhuaçu MG, (Comunidade dos Diniz). Para isso foi realizada pesquisa exploratória e descritiva por meio de questionário preenchido pelo responsável da família, abordando sobre a captação da água para consumo, o destino do efluente doméstico, o grau de importância do tratamento do efluente, e a incidência de  contaminação pelo uso de água não tratada. O estudo constatou que a maioria das residências capta água de nascentes e que, grande parte delas utiliza a filtração da mesma para o consumo; os efluentes domésticos geralmente são tratados por fossas sépticas. Diante disso, é pertinente e necessário um trabalho de conscientização para que o destino dos efluentes seja implantado em todas as residências, e que, se desenvolva um trabalho com as famílias da comunidade a fim de buscar alternativas para a cloração da água, como forma de minimizar o risco de contaminação por patógenos.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.