IMPACTO DAS PESQUISAS DE PREÇO NAS FINANÇAS PESSOAIS

Camila Gonçalves da Cunha, Jussara Cristina Queiros Soares, Rafaela Pereira de Oliveira, Verônica Cerqueira de Araujo, Wesley Franklin Morais de Freitas, Reginaldo Adriano de Souza, Rock Kleyber Silva Brandão, José Carlos de Souza

Resumo


A saúde financeira pessoal é fator que merece ser considerado dado o índice de endividamento existente e às linhas de crédito disponíveis aos consumidores. Dentre os desafios existentes, para alterar o cenário encontrado, é indispensável que o consumidor tenha consciência do preço pago ao adquirir determinado produto ou contratar serviços, levando em consideração que uma pesquisa de preços pode gerar impactos positivos como economia nas finanças pessoais. Diante desse contexto, o presente estudo buscou identificar qual o impacto das pesquisas de preços nas finanças pessoais. A pesquisa realizada foi descritiva através de uma pesquisa de campo e uma pesquisa bibliográfica, utilizando-se da abordagem metodológica quantitativa. Para tal, foram feitas cotações em lojas de eletrodomésticos e supermercados das cidades de Lajinha, Manhuaçu, Irupi e Ibatiba, já os questionários foram aplicados de forma aleatória simples. Os dados demonstram que, apenas 23,25% da população fazem pesquisa de preços, em contrapartida as pesquisas de preços chegam representar um economia de até 61,18% na aquisição de um eletrodoméstico e 64,98% na compra de 1kg de alho, por exemplo. Dessa forma, percebe-se que a economia advinda da pesquisa de preços representa uma redução de valores considerável nas finanças pessoais. Contudo, para tal, é indispensável que as finanças pessoais sejam bem administradas e planejadas.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.