ESTUDO SOBRE A POLUIÇÃO ATMOSFÉRICA NA CIDADE DE JOÃO MONLEVADE, MINAS GERAIS

Marcela Moreira Couto, Felipe Della Corte, Everton Ernani Lopes Araujo

Resumo


Esse artigo apresenta os resultados de um estudo de caso de pesquisa que investiga a poluição do ar na cidade de João Monlevade - Minas Gerais. A poluição atmosférica encontra-se presente nos mais diferentes cenários desde a Revolução Industrial. Atualmente, cerca de 50% da população residem em cidades e aglomerados urbanos e estão expostas a altos níveis de poluentes do ar. O presente estudo, analisou a percepção da população de João Monlevade quanto à poluição atmosférica sobre três viés: queimadas, veículos automotores e indústrias. Além disso, averiguou a relação das doenças respiratórias com a qualidade do ar. Para isso, foi aplicado um questionário para uma amostra da população do município e realizadas entrevistas com os postos de saúde, hospital, farmácias, Secretaria de Trânsito e Transportes (SETTRAN) e com a Secretaria do Meio Ambiente. A metodologia empregada tem abordagem combinada, de natureza aplicada e descritiva, em que se optou, como objeto, pelo estudo de caso. A partir dos resultados, pôde-se concluir sobre a necessidade da implantação de um monitoramento do ar e divulgação para população, além da conscientização sobre a importância de se realizar ações mitigadoras que contribuam para a qualidade do ar e consequentemente para saúde da sociedade.

Texto completo:

PDF

Referências


BROOK R. D. et al. Particle air pollution and cardiovascular disease: an update to the American Heart Association Scientific Statement. Circulation. 2010; 121(21):2331-78.

FERNANDES, A. F. Análise da qualidade do ar e preocupações com a saúde. Universidade do Porto. Integrated Master in Environmental Engineering 2016/2017. Porto, fev. 2017.

IBGE. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Síntese de informações: João Monlevade. 2010. Disponível em: . Acesso em: 25 out. 2018

OLIVEIRA, K. G. M. de; BERETTA, M. A CONTRIBUIÇÃO DO LICENCIAMENTO AMBIENTAL NA GESTÃO DA QUALIDADE DO AR: ESTUDO DE CASO NO MUNICÍPIO DE CANDEIAS-BA. Revista Eletrônica de Gestão e Tecnologias Ambientais (gesta), Bahia, v. 2, n. 1, p.105-121, 2014. Disponível em: . Acesso em: 20 out. 2018

SAMPIERI, R. H. et al. Metodologia de Pesquisa. 3. ed. São Paulo: MacGrawHill, 2006.

SILVA, E. L.; MENEZES, E. M. Metodologia da pesquisa e elaboração de dissertação. 4ª ed. Florianópolis: UFSC, 2005.

YIN, R. K. Estudo de caso: planejamento e métodos. 2.ed. Porto Alegre: Bookman, 2001.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.