INSERÇÃO DA ARQUITETURA DE INTERIORES NA CLASSE MÉDIA BRASILEIRA

Mariana Papa, Kéthuly Arbuíni, Naiane Teixeira

Resumo


Este artigo retrata o papel do arquiteto e design enquanto agente de transformação no âmbito social, buscando inserir a arquitetura de interiores na Classe C, a nova Classe Média Brasileira, composta por mais de 50% da população, usando os conceitos e métodos defendidos pela Bauhaus, uma das mais importantes escolas de design, que resguardava a importância do contato entre o mundo da arte e da produção, aliando a criação ao processo de desenvolvimento do produto e a adequação do mesmo nas diversas situações socioeconômicas, que podem ser vantajosamente aplicados na realidade enfrentada pelo Brasil atual. O aumento desta nova classe, se deve, principalmente aos programas criados pelos governos de assistência a moradia, com o objetivo de alavancar a economia do país e resolver o déficit habitacional alarmante, e, justamente, o ponto focal do trabalho é desenvolver um mobiliário doméstico que atenda a necessidade deste novo consumidor com base nos estudos realizados.

Texto completo:

PDF

Referências


FRANÇA, V. Classe C investe em design e decoração. São Paulo: O Estado de São Paulo, 2011. Disponível em: https://sao-paulo.estadao.com.br/noticias/geral,classe-c-investe-em-design-e-decoracao-imp-,709974. Acesso em: 24 out. 2018.

CÚRCIO, G.; LOSCHIAVO, M.C. Móvel Popular: Design para a nova classe média. São Paulo: USP, 2017. Disponível em: http://www.revistas.usp.br/posfau/article/view/118266/127893. Acesso em: 24 out. 2018.

DEVIDES, M.T. Design, projeto e produto: O desenvolvimento de móveis nas indústrias do Pólo Moveleiro de Arapongas, PR. Bauru: UNESP, 2006. Disponível em: http://web.faac.unesp.br/Home/Pos-Graduacao/Design/Dissertacoes/mariatereza.pdf. Acesso em: 24 out. 2018.

SANTOS, V.H. Metodologia projetuais de design e de design de interiores: Conexões no processo criativo. Salvador: PPGAV-EBA-UFBA, 2016. Disponível em: https://repositorio.ufba.br/ri/bitstream/ri/21409/1/Victor_Carvalho_Disserta%C3%A7%C3%A3o.pdf. Acesso em: 24 out. 2018.

CÚRCIO, G.; LOSCHIAVO, M.C. Design do móvel popular: Metodologia do projeto do mobiliário para a Nova Classe Média. São Paulo: AU, 2017. Disponível em: https://au.pini.com.br/2017/05/design-do-movel-popular-metodologia-do-projeto-do-mobiliario-para-a-nova-classe-media/. Acesso em: 24 out. 2018.

VILLAS BÔAS, B. Estudos apontam que até 900 mil pessoas deixaram as classes A e B. Rio de Janeiro: Valor, 2018. Disponível em: https://www.valor.com.br/brasil/5515501/estudos-apontam-que-ate-900-mil-pessoas-deixaram-classes-e-b. Acesso em: 24 out. 2018.

BONSIEPE, G. Design, cultura e sociedade. São Paulo: Edgar Blucher, 2011.

CURCIO, G. O. F; KEPPLER, P.; MUYLAERT, R. História revista. São Paulo: ANER, 2011.

Design atrai mais que qualidade na compra de móveis. São Paulo: Folha de São Paulo,

Disponível em: http://classificados.folha.uol.com.br/imoveis/1249095-design-atrai-mais-

que-qualidade-na-compra-de-moveis.shtml. Acesso em 24 out. 2018.

FOLZ, R. R. Mobiliário na habitação popular. São Carlos: Escola de Engenharia de São Carlos, Universidade de São Paulo, 2002. Dissertação (Mestrado em Tecnologia do Ambiente Construído).

SCALON, C.; SALATA, A. Uma nova classe média no Brasil da última década? O debate a partir da perspectiva sociológica. Revista Sociedade e Estado, v. 27, n. 2, maio/ago. 2012, pp. 387-407.

PASSOS, C. A. A eficiência e a estratégia das empresas que atuam no mercado de bens populares no Brasil: um estudo sobre o setor de móveis. São Paulo: FEA-USP, 2013.

KRAUSE, C.; BALBIM, R. O planejamento da habitação de interesse social no Brasil e a sua produção social: desafios e perspectivas. Brasília: Ipea, 2010.

BONSIEPE, G. O design e a crise. São Paulo: Atec, 2012. Disponível em: http://atec.com.br/blog/sustentabilidade/design-e-a-crise-gui-bonsiepe/. Acesso em: 28 out. 2018.

SEQUIN, Amanda. Ambiente 2017: conheça 19 jovens talentos do design sustentável. Frankfurt: Casa Vogue, 2017. Disponível em: https://casavogue.globo.com/MostrasExpos/Design/noticia/2017/02/ambiente-2017-conheca-19-jovens-talentos-do-design-sustentavel.html. Acesso em: 28 out. 2018.

SCHWAB, Klaus. A Quarta Revolução Industrial. 1ª Edição. Ravensburg: Edipro, 2016.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.