COLECISTECTOMIA ABERTA EM PACIENTE COM DUPLO DUCTO CÍSTICO

Vitor Lelis Caldeira Rocha, Derley Thiago Silva Ribeiro, Letícia Araújo Machado, Lucas Nunes Meireles, Yan Heringer de Oliveira, Sérgio Alvim Leite

Resumo


O presente artigo relata uma variação anatômica encontrada em uma paciente de 43 anos, durante uma colecistectomia aberta. Foi encontrada uma duplicação do ducto cístico, que drena apenas uma vesícula, uma anomalia anatômica rara das anomalias da vesícula, sendo de difícil diagnóstico pré-operatório, diagnosticada geralmente no trans-operatório. Desse modo, complicações podem ocorrer como iatrogênicas da vesícula biliar sendo representada, sobretudo, por estenose da via biliar e a possibilidade da cirurgia, quando videolaparoscópica, se transformar em laparotomia. Além disso, fica sobre responsabilidade do cirurgião no momento da cirurgia avaliar não somente os ductos, mas também os vasos que os suprem e é interessante no ato cirúrgico ser feito a colangiografia com o intuito de avaliar a via biliar principal e para método diagnóstico e assim evitar as possíveis complicações.

Texto completo:

PDF

Referências


BOER, NATHALIA INGRID et al. DUPLO DUCTO CÍSTICO EM PACIENTE COM COLELITÍASE: RELATO DE CASO. REVISTA UNINGÁ, v. 52, n. 1, 2018.

COELHO, Julio Cezar Uili; GONÇALVES, Carolina Gomes; MELLO, Daniel Francisco. Laparoscopiccholecystectomy in a patien twith duplicated cystic duct. Revista do Colégio Brasileiro de Cirurgiões, v. 30, n. 6, p. 486-488, 2003.

COELHO, Júlio Cesar Uili et al . Prevalência e fisiopatologia da litíase biliar em pacientes submetidos a transplante de órgãos. ABCD, arq. bras. cir. dig., São Paulo , v. 22, n. 2, p. 120-123, June 2009 .

DE ANDRADE, Iza Beatriz Feitosa; FORTES, Talita Maria Lopes; DE ARAÚJO SOARES, Karinn. Variações anatômicas nas vias biliares presentes em intervenções cirúrgicas. Jornal Interdisciplinar de Biociências, v. 2, n. 1, p. 35-39, 2017.

FLANNERY, M. G. et al. Congenital Abnormalities of Gallbladder: 101 Cases. Surg. Gynec. &Obst, v.103, n.5, p.439-457, 1956.

GOFFI, F. S. Goffi Junior PS, Sorbello AA. Cirurgia das vias biliares. Goffi FS. Técnica cirúrgica: bases anatômicas, fisiopatológicas e técnicas da cirurgia. 4ª ed. São Paulo: Atheneu, 2004. p. 677-86.

IVANO, Flávio Heutaet et al. Ducto cístico duplo: relato de caso e revisäo de anomalias da árvore biliar. Ged: Gastroenterologia Endoscopia Digestiva. São Paulo, v.15, n.5, p. 183-186, Set/Out. 1996.

JACKSON, Patrick G. Sistemabiliar. In: TOWNSEND, Courtney et al. Sabiston Tratado de Cirurgia: a base biológica da prática cirúrgica moderna. Elsevier Brasil, 2014. p.2613-2696.

JANSON, Jan A.; GULLIVER, David; ALGODÃO, Peter B. Coledocolitíase e uma dupla vesícula biliar. Endoscopia Gastrointestinal , v. 38, n. 3, p. 377-379, 1992.

LINHARES, Bruno Lima et al.; LESÃO IATROGÊNICA DE VIA BILIAR PÓS-COLECISTECTOMIA. Revista Col. Bras. Cir., v. 38, n.2, 2011.

SABISTON. Tratado de cirurgia: A base biológica da prática cirúrgica moderna. 19.ed. Saunders. Elsevier

SALIH, Abdulwahid M. et al. “Double Cystic Duct, a Review of Literature with Report of a New Case.” InternationalJournalofSurgery Case Reports v. 38, p.146-148, 2017

SALIM, Marcelo Talasso and CUTAIT, Raul. Complicações da cirurgia videolaparoscópica no tratamento de doenças da vesícula e vias biliares. ABCD, arq. bras. cir. dig. [online]. 2008, vol.21, n.4, pp.153-157. ISSN 0102-6720. http://dx.doi.org/10.1590/S0102-67202008000400001.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.