ANÁLISE CONTÁBIL: REFLEXOS DO CENÁRIO ECONÔMICO - FINANCEIRO NO PATRIMÔNIO DA CONFEDERAÇÃO BRASILEIRA DE VOLEIBOL

Mayure Cristina de Souza Oliveira, Farana de Oliveira Mariano, Mônica de Oliveira Costa, Silvana Cristina dos Santos, Alex Santiago Leite

Resumo


A presente pesquisa teve por objetivo analisar a influência de variáveis externas e internas sobre as demonstrações contábeis da Confederação Brasileira de Voleibol no período de 2010 a 2016. A metodologia utilizada foi do tipo descritiva, a técnica foi o estudo de caso e bibliográfica documental, instrumento de análise documental secundária em conjunto com análise de índice e de caráter quantitativa e qualitativa. Como resultados dessa pesquisa, evidenciou-se a influência direta e indireta das variáveis analisadas, sendo elas: o escândalo de corrupção na gestão financeira do voleibol, os resultados contábeis e os resultados financeiros, a captação de recursos e desempenho dos atletas, inclusive no período de 2014 a 2015, considerado o tempo de investigação e realização das correções necessárias para continuarem a perceber recursos de governos e patrocínios, tendo refletido negativamente nos resultados da entidade. O ano de 2013 conforme análise realizada configurou o ápice da gestão desportiva do voleibol, representaram os melhores indicadores, sendo maior liquidez, menor endividamento e maior rentabilidade.

Texto completo:

PDF

Referências


AACKER, D.A. Strategicmarket management. New York: Wiley. 1984.

AFONSO, G.F. Voleibol de praia: uma análise sociológica da história da modalidade (1985 - 2003). Dissertação (Mestrado em Educação Física) – Programa de Pós-Graduação em Educação Física, Universidade Federal do Paraná. 2004.

ALMEIDA, Bárbara Schausteck et. al. O “Pais do Futebol” que joga com as mãos: A gestão esportiva da Confederação Brasileira de Voleibol. Revista Intercontinental de Gestão Desportiva, 2012, v. 2, nº 2, p. 144-162, jul./dez. 2012.

ANFILO, M.A. A prática pedagógica do treinador da seleção brasileira masculina de voleibol: processo de evolução tática e técnica na categoria infanto-juvenil. Florianópolis, 2003. Dissertação (Mestrado em Educação Física) – Universidade Federal de Santa Catarina.

ASSAF NETO, Alexandre. Finanças Corporativas e Valor. 3. ed. São Paulo: Atlas, 2007.p.124.

BERTUCCI, J. L. O. Metodologia Básica para Elaboração de Trabalhos de Conclusão de Cursos. São Paulo: Atlas, 2009.

BB. Banco do Brasil. Banco do Brasil, o Banco do Esporte. Disponível em: . Acesso em: 24 de agosto de 2017.

BB. Banco do Brasil. Banco do Brasil, o Banco do Esporte. Disponível em:. Acesso em 01 de outubro de 2017.

BIZZOCHI, C. O Voleibol de Alto Nível: da iniciação à competição. Barueri: Manole, 2004.

BUZZELL, R.D.; GALE, B.T.: PIMS - O Impacto das Estratégias de Mercado no Resultado das Empresas. São Paulo, Livraria Editora Pioneira, 1991.

BRASIL. Congresso Nacional. Lei 10.264 de 16 de julho de 2001. Altera dispositivos da Lei nº 9.615, de 24 de março de 1998, e dá outras providências Acrescenta inciso e parágrafos ao art. 56 da Lei no 9.615, de 24 de março de 1998, que institui normas gerais sobre desporto. Disponível em: < http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/LEIS_2001/L10264.htm>. Acesso em 25 de agosto de 2017.

BRASIL. Congresso Nacional. Lei 10.672 de 15 de maio de 2003. Altera dispositivos da Lei nº 9.615, de 24 de março de 1998, e dá outras providências. Disponível em: . Acesso em 25 de agosto de 2017.

BRASIL. Congresso Nacional. Lei 11.438 de 29 de dezembro de 2006. Dispõe sobre incentivos e benefícios para fomentar as atividades de caráter desportivo e dá outras providências. Disponível em: . Acesso em 25 de agosto de 2017.

BRASIL. Congresso Nacional. Lei 13.146 de 06 de julho de 2015. Institui a Lei Brasileira de Inclusão da Pessoa com Deficiência (Estatuto da Pessoa com Deficiência). Disponível em: < http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2015-2018/2015/lei/l13146.htm>. Acesso em 25 de agosto de 2017.

BRASIL. Congresso Nacional. Lei n° 6.404 de 15 de dezembro de 1976. Dispõe sobre as Sociedades por Ações. Disponível em:< http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/L6404compilada.htm>. Acesso em 30 de setembro de 2017.

BRASIL. Congresso Nacional. Lei n° 9.615 de 24 de março de 1998. Institui normas gerais sobre desporto e dá outras providências. Disponível em:< http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/L9615consol.htm>. Acesso em 30 de setembro de 2017.

BRASIL. Conselho Federal de Contabilidade. Resolução nº 1.055 de 07 de outubro de 2005.Cria o COMITÊ DE PRONUNCIAMENTOS CONTÁBEIS – (CPC), e dá outras providências. Diário Oficial da União, Brasília, 24 de out. 2005, seção 1, p. 70. Disponível em: . Acesso em agosto de 2017.

BRASIL. Portal do Brasil. Disponível em:. Acesso em 30 de setembro de 2017.

BRASIL. Tribunal de Contas da União. Convênios e outros repasses / Tribunal de Contas da União. – 4.ed.– Brasília: Secretaria-Geral de Controle Externo, 2013.80 pTCU, Tribunal de Contas da União. Disponível em:. Acesso em 30 de setembro de 2017.

CBV, Confederação Brasileira de Voleibol. Código de Conduta CBV. Disponível em: . Acesso em 13 de dezembro de 2017.

CBV, Confederação Brasileira de Voleibol. Convênios. Disponível em:. Acesso em 30 de setembro de 2017.

CBV, Confederação Brasileira de Voleibol. Demonstrações Contábeis e Notas Explicativas. Disponível em:. Acesso em 30 de setembro de 2017.

CBV, Confederação Brasileira de Voleibol. Resultados Financeiros. Disponível em:. Acesso em 30 de setembro de 2017.

CBV. Confederação Brasileira de Voleibol. Projetos Aprovados. Disponível em:. Acesso em 30 de setembro de 2017.

CBV. Confederação Brasileira de Voleibol. Relatório de Atividades - 2016. Disponível em:< http://2016.cbv.com.br/governanca/index.php/governanca/atividades>. Acesso em 30 de setembro de 2017.

CGU. Controladoria Geral da União. Disponível em: . Acesso em 25 de agosto de 2017.

ESTATUTO, da Confederação Brasileira de Voleibol. 2015.

FAGUNDES, Jair Antônio. et.al. Análise das Demonstrações Contábeis: Reflexos da Conjuntura Econômico-Social de uma Cooperativa de Crédito – Sicredi Ouro Verde. In: ConTexto, Porto Alegre, v.8, n.13, 1º semestre de 2008.

FILHO, Vamberto Ferreira Miranda; SANTOS, Igor Sampaio Pinho dos. Mídia, Mercadorização Esportiva e o Movimento de popularização do MMA. Revista Pensar a Prática, Goiânia, v. 17, n. 3, p. 865-877, jul./ set. 2014.

FIVB. FédérationInternationale de Volleyball. FIVB Senior World Ranking – Men, as per July 7th, 2017. Disponível em: . Acesso em: 24 de agosto de 2017>. Acesso em 25 de agosto de 2017.

GERHARDT, Tatiana Engel; SILVEIRA, Denise Tolfo. Método de pesquisa. Coordenado pela Universidade Alberta do Brasil – UAB/UFRGS e pelo Curso de Graduação tecnológica – Planejamento e gestão para o Desenvolvimento Rural da SEAD/UFRGS. – Porto alegre: Editora da UFRGS, 2009.

GIL, Antônio Carlos. Métodos e Técnicas de Pesquisa Social. Ed. 5. São Paulo: Atlas, 1999.

Kotler, Philip. Marketing Management: analysis, planning, implementationandcontrol. 9. ed. New Jersey: Prentice Hall. 1997.

MARION, José Carlos Marion. Análise das Demonstrações Contábeis: Contabilidade Empresarial. 3. ed. São Paulo: Atlas, 2007.p.83, 106, 141,143.

MATARAZZO, Dante C. Análise Financeira de Balanços: Abordagem Básica e Gerencial. 6.ed. São Paulo: Atlas, 2003.p.39.

MATARAZZO, Dante C. Análise Financeira de balanços. 5.ed. São Paulo: Atlas, 1998.p.153. p169.p.160, 185. MARCHI JÚNIOR, W. (2004). “Sacando” o Voleibol. São Paulo: Hucitec; Ijuí: Unijuí.

MATARAZZO, Dante C. Análise financeira de balanços: abordagem básica e gerencial. 6. ed. São Paulo: Atlas, 2003.

MEZZAROBA, Cristiano; PIRES, Giovani de Lorenzi. Breve Panorama Histórico do Voleibol: do seu Surgimento à Espetacularização Esportiva. Ativ. Fís., Lazer & Qual. Vida: Revista Educação Fisica, Manaus, ISSN 2179-4677, v. 2, n. 2, p. 3-19, jul./ dez., 2011.

MOREIRA, T.S. O voleibol feminino no Brasil: do amadorismo à profissionalização. Dissertação (Mestrado em Educação Física) – Programa de Pós-Graduação em Educação Física, Universidade Federal do Paraná. 2009.

PIRES, G. Gestão do desporto: desenvolvimento organizacional. Porto: APOGESD, 2003.

PIRES, Giovani De Lorenzi. A Educação Física e o Discurso Midiático: abordagem crítico-emancipatória em pesquisa-ação no ensino de graduação. Campinas, SP, 2000.

PIZZOLATO, E.A. Profissionalização de organizações esportivas: estudo de caso do voleibol brasileiro. Dissertação (Mestrado Profissionalizante em Administração) – Programa de Pós-Graduação em Administração, Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro. 2004.

RUIZ, Ana Gabriela Hernandes; ROCCO JUNIOR, Ary José. A Confederação Brasileira de Voleibol (CBV) e seus Stakeholders: Avaliação qualitativa do modelo de gestão baseado em Unidades Estratégicas de Negócios. Revista Intercontinental de Gestão desportiva, 2013, volume 3, suplemento 1, ISSN 2237-3373.

SILVA, Fernanda Caroline; SILVA, Milton dos Santos. Estudo comparativo da tributação do produtor rural pessoa física e jurídica na venda de “pinto de um dia”. 2014.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.