O REFLEXO DOS INVESTIMENTOS EM CAPACITAÇÕES SOBRE O DESEMPENHO DOS EDUCADORES

Milena Rocha de Paula, Mônica de Oliveira Costa, Farana de Oliveira Mariano, Josimar Samuel Franco, Alex Santiago Leite, Weven Feitosa, Jonathan Pio Borel

Resumo


Um dos assuntos mais discutidos no Brasil hoje é a qualidade da educação. Alguns dos pilares que sustentam esta qualidade são o preparo (qualificação) e o desempenho dos profissionais da área. Analisando tal assunto, percebeu-se a necessidade de levantar as verbas que estão sendo repassadas a secretaria de educação do município X, no interior do estado do Espírito Santo, se estas estão sendo investidas na capacitação dos profissionais e como consequência, se tem havido melhora no seu desempenho. A pesquisa deu-se primeiramente por meio de levantamento de informações em sites sobre as verbas repassadas pelo governo federal, em seguida houve uma entrevista com o secretário de educação para elucidar as dúvidas a respeito dessas verbas e destinação das mesmas. E por fim, ocorreu a entrega de um questionário aos colaboradores da área, relacionado ao aprendizado, conteúdo, frequência e satisfação em relação às capacitações ofertadas pelo município. Os resultados apontaram que há um montante satisfatório destinado a educação do município, e parte deste recurso tem sido investido em formações para seus profissionais. No entanto, há insatisfação em relação à quantidade de cursos, pois não atende à demanda de trabalho. Porém, o recurso investido, quando ocorre, tem sido satisfatório, já que impacta positivamente no desempenho e provoca mudanças significativas no trabalho diário.

Texto completo:

PDF

Referências


FRANCO, A. M. P. Os Determinantes da Qualidade da Educação no Brasil. 2008. 154p. Tese (Pós-Graduação em Economia) – Universidade de São Paulo, São Paulo.

FURTADO, Júlio. A Importância da Formação Continuada dos Professores. 2015. Disponível em: Acesso em: 09/05/2018

GIL, A.C. Como elaborar projetos de pesquisa. 4. ed. São Paulo: Atlas, 2007.

GUSMÃO, J. B. Significados da noção de qualidade da educação na arena educacional brasileira.2008. Disponível em: . São Paulo, SP. Acesso em: 08 de agosto de 2017.

INOCENTE, D.F. Análise de Um Programa de Treinamento e de seus Resultados: Um Estudo de Caso do MBA Gestão Pública – Banco do Brasil. Ribeirão Preto. 2006.

GATTI, B.A. Estudos Quantitativos em Educação. Educação e Pesquisa. São Paulo, v.30, n.1, p 11-30, jan./abri. 2004

MICELI, M. Z. D. A Importância da Formação Continuada de Professores. Colégio Santa Amália, 2017. Disponível em: Acesso em: 20/05/2018

NAZAR, R.M.G. A Formação do Professor, a Prática Reflexiva e o Desenvolvimento de Competências Para Ensinar. Universidade Brasil, 2016. Disponível em: Acesso em: 10/05/2018

NUNES, C. M. F. Saberes Docentes e Formação de Professores: Um breve panorama da pesquisa brasileira. Educação e Sociedade. nº 74, Abril/2001

PORTAL DA TRANSPARÊNCIA. Transferência De Recursos Por Estado/Município. 2016. Disponível em: Acesso em: 08 de agosto de 2017.

PROPOSTA PEDAGÓGICA DA REDE MUNICIPAL DE ENSINO. Formação Continuada na Rede Municipal de Educação. 2016. Disponível em:

RATIER, R. O Caminho Para Qualidade. Revista Nova Escola, São Paulo, E. 020, 2008. Disponível em: .

SANTOS, A.R. Metodologia científica: a construção do conhecimento. 4 edição. Rio de Janeiro, 2000, 139p.

SILVA, W.S. A Pesquisa Qualitativa em educação. Revista de Educação. Dourados - MS, v.2, n.3, jan./jun. 2014.

SOLAREVICZ, M. M. P. L. A Importância Da Formação Continuada No Caso Do Magistério Paranaense.2016. Disponível em: Acesso em 21/05/2018

VIRAGO, C.F.M.; COSTA, C.C. A Importância dos Funcionários no Processo Educativo Nas Escolas. Santa Maria - RS, 2015. Disponível em:


Apontamentos

  • Não há apontamentos.