ANÁLISE DA SITUAÇÃO ECONÔMICO-FINANCEIRA DO BRADESCO ANTES E APÓS A AQUISIÇÃO DO HSBC BRASIL

Paulo Henrique Macetti Corrêa, Farana de Oliveira Mariano, Mônica de Oliveira Costa, Diego Peterle Guisso, Alex Santiago Leite, Weven Feitosa, Jonathan Pio Borel

Resumo


A análise das demonstrações contábeis é uma ferramenta importante da contabilidade, onde através de dados obtidos nas demonstrações extraem-se informações sobre sua situação econômico-financeira. O presente trabalho tem por objetivo realizar uma análise econômico-financeira, no período de 2014 a 2017, a fim de verificar a situação patrimonial do Banco Bradesco antes (2014) a após (2015 a 2017) o processo de aquisição do HSBC Brasil. O período escolhido se deu pela falta de padronização das informações encontradas, optando-se assim pelas disponíveis da página da BM&FBOVESPA, que no momento da pesquisa disponibilizava somente os dados de 2014 adiante. A empresa foi escolhida por sua importância no mercado bancário brasileiro, sendo a segunda maior entidade bancária do país; e por ser um exemplo do chamado processo de consolidação bancária, onde ocorre a concentração de capital em poucas entidades do ramo. O estudo foi desenvolvido por meio de uma pesquisa quali-quantitativa, realizando-se um estudo de caso da instituição. De acordo com a pesquisa, constatou-se que a Instituição Bradesco S/A apresentou índices de liquidez muito próximos aos que eram encontrados anteriormente a aquisição, embora insuficientes para cumprir com suas obrigações. Conclui-se também que a instituição obteve melhora da situação patrimonial em todos os índices no período de 2014 a 2017, havendo uma redução do endividamento e do capital imobilizado. Os indicadores econômicos demonstram que a rentabilidade vem caindo, com um impacto negativo no retorno sobre o capital investido.

Texto completo:

PDF

Referências


BRASIL. Constituição Federal de 1988. Promulgada em 5 de outubro de 1988. Disponível em < http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/L6404consol.htm>. Acesso em 03 de set. 2017.

CAMARGOS, M. BARBOSA, F. Fusões e Aquisições de empresas brasileiras: criação de valor e sinergias operacionais. Revista de Administração de Empresas. São Paulo. 2009. Disponível em http://rae.fgv.br/sites/rae/fgv/br/files/artigos/10.1590_S0031-75902009000200007.pdf. Acesso em 10 de agosto de 2017.

FONSECA, J. J. S. Metodologia da pesquisa científica. Fortaleza: UEC, 2002

G1. Bradesco conclui compra do HSBC Brasil e paga R$ 16 bilhões. Disponível em: < http://g1.globo.com/economia/negocios/noticia/2016/07/bradesco-paga-r-16-bilhoes-e-conclui-compra-do-hsbc-brasil.html>. Acesso em: 11 nov. 2017.

G1. Hsbc abrigou dinheiro não declarado de personalidades, dizem jornais. Disponível em: . Acesso em: 11 nov. 2017.

GERHARDT, Tatiana Engel; SILVEIRA, Denise. Métodos de Pesquisa. Porto Alegre: Editora da UFRGS, 2009

GIL, A. C. Como elaborar projetos de pesquisa. 4. ed. São Paulo: Atlas, 2002.

HSBC. HSBC: Sobre. Disponível em http://www.hsbc.com.br. Acesso em 11 de Novembro de 2017.

YOUNG, L. H. B. Planejamento tributário. Curitiba: Juruá, 2005.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.