AVALIAÇÃO PARASITOLÓGICA DE ALFACES (Lactuca sativa) VARIEDADE LISA COMERCIALIZADAS NA CIDADE DE MANHUAÇU-MG

Bruno Valério da Silva, Andréia Emerick Ferraz, Yuri Delôgo Dutra, Juliana da Silva Santiago, Emanuele Gama Dutra Costa

Resumo


O objetivo desse estudo foi avaliar alfaces comercializadas no município de Manhuaçu-MG com o intuito de verificar a presença de estruturas parasitárias que são objeto de importância na saúde da população. Foram coletadas em diferentes estabelecimentos amostras de alfaces (Lactuca sativa) variedade lisa, num total de 48 amostras. Estas passaram por um processo analítico de concentração de estruturas parasitárias para análise microscópica. Das 48 amostras analisadas 27,1% (13/48) foram negativas e 72,9% (35/48) encontraram-se contaminadas por estruturas de parasitos. Conclui-se que as amostras de alface apresentaram baixa qualidade higiênico-sanitária, estando em desacordo com padrões estabelecidos pela ANVISA.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.