ÍNDICE DE MORTALIDADE INFANTIL NA MICROREGIÃO DE MANHUAÇU-MG NO PERÍODO DE 2008 A 2016

Mainara Pereira Temóteo, Lisandra Gonçalves Pires, Aline Fonseca da Guarda, Auriane Maria Cristo de Jesus, Karina Gama

Resumo


A Taxa de Mortalidade Infantil (TMI) é obtida através do número de crianças de uma determinada região, que morrem antes de completar um ano, a cada mil crianças nascidas vivas. Estes dados são indicadores que evidenciam o desenvolvimento econômico e social de uma determinada população, pois apresentam a disponibilidade de recursos básicos como saneamento, água tratada, medicamentos, vacinas, alimentação e moradia, além de englobar a eficácia da organização dos serviços de saúde, a falta de assistência e orientação às gestantes, a deficiência na assistência hospitalar aos recém-nascidos, e a negligência e imprudência no registro de dados. (RUOFF, 2018). Vários são os fatores de risco e condições que levam ao aumento ou redução das taxas de mortalidade infantil, para compreender os dados encontrados da TMI. Objetiva-se descrever o número de óbito infantil da Microrregião de Manhuaçu por município de residência, no período de 2008 a 2016.


Texto completo:

PDF

Referências


IBGE - Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Censo demográfico: Diretoria de Pesquisas, Coordenação de População e Indicadores Sociais, Estimativas da população residente com data de referência 1° de julho de 2018.

RUOFF, Andriela, et.al. O PROCESSO DE ANÁLISE DA EVITABILIDADE DOS CASOS DE ÓBITO INFANTIL E FETAL: ESTUDO DE CASO ÚNICO. Texto e Contexto - Enfermagem, vol. 27, no. 04, Florianópolis, 2018.

Vianna RS,Freire MH, Carvalho D, Migotto MT. Perfil da mortalidade infantil nas

Macrorregionais de Saúde de um estado do Sul do Brasil, no triênio 2012–2014.

Espaço para a saúde, Revista de saúde pública do Paraná. Londrina; V. 17; N. 2 ;P.

-40, dezembro 2016.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.