PRÁTICA DE ATIVIDADE FÍSICA PARA REGULAÇÃO E PROFILAXIA DA HIPERTENSÃO ARTERIAL (HÁS)

Andrea Christina Silva Berbert Tomaz Alhan, Eduardo Barros Nascimento, Emanuely da Silva, Heitor Rodrigues de Oliveira, Lucas de Oliveira Barbara, Larêssa Pinheiro Louzada da Silveira

Resumo


A hipertensão arterial (HA) é uma patologia, decorrente de uma combinação de fatores dentre eles os maus hábitos de vida, com destaque para dieta desequilibrada e a falta da pratica de exercícios físicos e também fatores genéticos (MATAVELLI, 2014). A HAS é uma patológica que pode transcorrer de forma assintomática, dificultando o diagnóstico precoce, sendo assim, um problema para a adesão do paciente ao tratamento estabelecido, além disso, os medicamentos que fazem parte do tratamento podem apresentar efeitos colaterais, contribuindo para o crescimento dos pacientes que não mantém o controle da doença. Reconhecida como um dos maiores problemas na área da saúde pública é considerada como  um  fator  de  risco  grave para as doenças cardiovasculares. (PARANÁ, 2014). O objetivo do estudo foi comparar dois grupos populacionais hipertensos e não hipertensos que possuem predisposição a doença e correlacionar a prática de atividade física.


Texto completo:

PDF

Referências


MATAVELLI, Iara silva et al. Hipertensão Arterial Sistêmica e a Prática Regular de Exercícios Físicos como Forma de Controle: Revisão de Literatura. Revista Brasileira de Ciências da Saúde, v.18, n.4, p.359-366, 2014.

PARANÁ. Secretaria de Estado da Saúde do Paraná. Superintendência de Assistência à Saúde. Linha guia de hipertensão. SESA, 2ed., Curitiba, 2018, 48p.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.